Teoria sobre a Verdade

Sidinei Bühler Kauer
Certo dia, um amigo meu do seminário me contou algumas coisas a respeito de uma aula que tiveram.
“Sidinei, o professor nos contou a seguinte história: Um homem espancou um menino e deixou ele em casa e saiu. Nesse ínterim, o menino fugiu e chegou até a casa de um jovem. O menino contou todo o sucedido ao jovem e pediu que os escondesse em sua casa. O Jovem assim fez. Dez minutos depois, um homem enorme chega na casa dele perguntando pelo menino e diz que quer pegar ele e dar uma surra. O que você faria? Daria o menino para que o homem o espancasse? Diria que não viu o menino ou lutaria contra o homem forte?” e contou ainda outra história. “Dois homens faziam alpinismo. A corda de cada um só poderia suportar o peso de um homem. Então, inesperadamente a corda de um deles arrebenta e ele gruda no pé do outro para não cair. Se você fosse o amigo que a corda não arrebentou o que faria? Derrubaria seu amigo para a morte? Ficariam os dois na corda e morreriam juntos? Você se mataria saltando para salvar seu amigo?”
Esses dias acompanhamos o caso de um seqüestro em Santo André-SP. Ora, acaso seria pecado um atirador de elite ter matado o jovem que ameaçava as moças no prédio? Matando uma vida duas seriam tiradas de risco. Se a verdade é algo estático, então seria pecado matar o seqüestrador. Se a verdade é relativa, ele deveria ser morto para preservar as outras vidas.
Partindo-se do pressuposto que a verdade é relativa e que se é relativa logo não existe verdade, chegamos a uma crise. Afinal Jesus disse que é a Verdade e que é a Palavra. Logo, a Bíblia é a essência da verdade que culmina na pessoa de Cristo. Mas se a verdade não existe, Cristo não existe, ou pelo menos tem conhecimento equivocado de si mesmo e se assim for não é Deus, afinal, presume-se que Deus é perfeito. Sendo assim, se Cristo afirmou ser a verdade, mas se a verdade não existe cai por terra o cristianismo como um todo.
Todavia quem disse que a verdade é um conceito? O que de fato encerra a palavra verdade? Acaso não poderia ser a verdade muito mais que um mero conceito estático? O que é Jesus? Ora, não é uma coisa, logo a pergunta certa é: Quem é Jesus?
Chegamos então a um ponto interessante. A verdade é Jesus e Jesus é um ser e não uma coisa ou conceito. Sintetizando temos o seguinte: A verdade não é o fim, mas o meio. A verdade não é um produto pronto e sim a fórmula. A verdade não é a lei, mas sim o raciocínio segundo a mente de Cristo.
Portanto, a verdade pode ser diferente dependendo da ocasião, logo é relativa, visto ser resultado de um processo analítico de fatores externos e valores intrínsecos da pessoa de Jesus. Quando Jesus afirmou ser a Verdade e a Palavra (Bíblia) como verdade, não engessava a verdade, senão, estaríamos no tempo da lei, mas mostrava que os princípios contidos na Bíblia são reflexos de sua própria Pessoa e valores heurísticos de produção de decisões. A verdade deixa então de ser um axioma em si mesma e passa a ser um método. O resultado da aplicação do método torna-se a verdade contextual que é a verdade tradicional como a conhecemos hoje.
Finalizando, afirmo ser a Verdade Absoluta um método de produção baseado na mente de Cristo e a Verdade Usual o resultado desse método. Como os cristãos não são os únicos detentores das verdades divinas, afinal todos preservam vestígios da imagem de Deus, é possível também ao não cristão produzir verdade usual, todavia não com a mesma freqüência que os cristãos. A única maneira de vivermos na verdade, é tendo a mente de Cristo, a verdade absoluta em nossas mentes. E isso, só se dá pelo novo nascimento, quando nos convertemos ao Senhorio de Cristo.

2 comentários:

Bárbara disse...

Excelente! realmente penso da mesma forma e sei como é complicado explicar o que é a Verdade Absoluta uma vez que ela não é estática. Seguidamente entre amigos (principalmente na faculdade) e na família (que não é cristã) surge esses questionamentos! Mas é somente pela sabedoria que vem do alto é que se pode compreender(e ainda sim entendemos pouco tamanha Grandeza do Senhor). Mais uma vez parabéns pela colocação bíblica fiel dos seus estudos e pelas pregações também, das que eu ouvi achei muito boas! e em uma delas mencionaste Santo Antonio e o pastor Samuel, temos conhecidos em comum! e deves conhecer o pastor Norton e a Morgana (que assumirão a igreja de S. Ant) meus amados ''compadres''!
Paz do Senhor Irmão!

SBKAUER disse...

Conheço sim irmã. Todo mundo hehe. Saí de Caraá (e da CMC) em Fevereiro de 2007. Entre em contato comigo por e-mail pelo contato@sbkauer.com por favor.

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...