A Igreja que queremos ser

Queremos ser e por isso já somos; uma a Igreja que:

1) Ama a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Mc 12:30-31.

2) Cumpre a grande comissão. Mt 28:19-21.

3) Cidadãos dignos do Reino. Fp 1:27.

Baixar mp3: MediaFire 4shared MEGA

Quatro passos para a Unidade - Parte III FINAL

Quando vivemos Unidade o favor de Deus vem sobre nós. Isso acarreta em uma extraordinária vivência do verdadeiro sentido de 'ser' Igreja. Nesta mensagem, falaremos sobre o passo 4, a submissão (e honra).

Baixar mp3: MediaFire 4shared MEGA

Submissão
E honra


Já percorremos uma longa jornada nos 3 primeiros passos para alcançar a unidade. Falamos sobre:

Benefícios da Unidade
O que é Unidade
Passo 1: Amor.
Passo 2: Perdão.
Passo 3: Confronto.

Finalmente chegamos ao último capítulo desta série. Que traz consigo a cereja do bolo. O último ponto; sem o qual é impossível alcançar a unidade.
Os outros pontos abrem o caminho para chegarmos a unidade. Este ponto é uma chave que abre as comportas do céu para que recebamos as bênçãos da unidade!

Trago esta mensagem em 1º lugar porque Deus mandou.
Em 2º lugar porque creio que aqueles que desejarem e se aplicarem em viver estes princípios experimentarão uma transformação imensa em suas vidas e passaram a desfrutar do melhor de Deus.

Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra. Isaías 1:19 ARA.
Se vocês estiverem dispostos a obedecer, comerão os melhores frutos desta terra. Isaías 1:19 NVI.

Desfrutar o melhor de Deus requer de nós não apenas o desejar. Requer de nós o desejar e o obedecer aquilo que Ele tem para nós.

Falaremos então sobre o 4º passo para a alcançar a unidade: Submissão.

Para que possamos compreender e desfrutar deste passo, precisaremos primeiramente esclarecer alguns termos Bíblicos:

a) Autoridade:
Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação. Romanos 13:1-2.

Aqui aprendemos que autoridade é algo derivativo. Em última instância, uma pessoa só terá autoridade legítima sobre você se ela receber essa autoridade de Deus.

Jesus respondeu: "Não terias nenhuma autoridade sobre mim, se esta não te fosse dada de cima. João 19:11.

Os versículos que lemos de Romanos, estão se referindo a autoridades civis, embora é claro, possamos aplicar os princípios ali estabelecidos a todo tipo de autoridade. Interessante que quando Paulo escreve isso, eles estavam debaixo do domínio opressor de Roma. O Império havia tomado posse de Israel como sua propriedade. Não apenas das terras, mas, do povo também. Inclusive o próprio Paulo, passou grande parte de sua vida na cadeia; preso pelos Romanos.

Se é Deus quem dá autoridade e os governantes prenderam Paulo, então Paulo estava em pecado? Não! Mas as atitudes erradas daqueles líderes trouxeram edificação e benefícios na vida de Paulo através da prisão.

A verdade é que ao honrar uma autoridade, na verdade, está honrando aquele que a instituiu: DEUS.

Servos, sede submissos, com todo o temor ao vosso senhor, não somente se for bom e cordato, mas também ao perverso. 1 Pedro 2:18.

Deus concedeu a autoridade. Porém a atitude é responsabilidade dela mesma. Ela tem a autoridade que Deus lhe concedeu; porém, procede como lhe apraz. Tanto que o texto de Pedro segue:

Porque é louvável que, por motivo de sua consciência para com Deus, alguém suporte aflições sofrendo injustamente. 1 Pedro 2:19.

Quando em 1Pe 2:18 fala em nos submetermos aos perversos, se refere a: torto, mau, maldoso, injusto, tirano, desonesto.
Quando honramos uma autoridade; honramos aquele que a instituiu sobre nós, Deus. Quando desonramos uma autoridade, desonramos aquele que a instituiu, Deus.

Quando você é ríspido com um professor, discipulador, vereador… É contra Deus que está sendo ríspido. Quando trata bem ao patrão, prefeito, pastor, policial… É a Deus que está honrando.

Por falar nisso, o que é honra?


b) Honra:

Honrarei aqueles que me honram, mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo. 1 Samuel 2:30.

A honra está relacionada com a atitude interna do coração que se reflete na atitude esterna dos gestos.

Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração. Ml 2:2.

E como podemos honrar a Deus?
Com louvores? Ofertas? Cultuando? Orando? Tudo isso contribui. Porém uma das maneiras mais eficientes de honrar a Deus é honrando aqueles que Ele enviou; aqueles a quem ele concedeu autoridade.

E o Senhor lhe respondeu: "Atenda a tudo o que o povo está lhe pedindo; não foi a você que rejeitaram; foi a mim que rejeitaram como rei. 1 Samuel 8:7.

Aqui o líder, profeta Samuel dá um conselho ao povo. Não tenham um rei. O povo não gosta do conselho e pressiona Samuel a conseguir um rei para eles.

Quando eles desonram a direção do profeta Samuel, Deus reconhece aquela desonra sobre si mesmo!
Uau! Isso e muito sério!
Logo, honrar alguém pela sua posição de autoridade é honrar o próprio Deus que o constituiu como autoridade!

Você deseja honrar mais a Deus? Honre mais as autoridades!

Eu lhes garanto: Quem receber aquele que eu enviar, estará me recebendo; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. João 13:20.

Honra inclui considerar em alta estima

Agora lhes pedimos, irmãos, que tenham consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês, que os lideram no Senhor e os aconselham. Tenham-nos na mais alta estima, com amor. 1 Tessalonicenses 5:12,13.

Inclusive, nossa honra, nosso reconhecimento àqueles que o Senhor constituiu como autoridades libera o favor do Senhor sobre nós.

Quem recebe um profeta, porque ele é profeta, receberá a recompensa de profeta, e quem recebe um justo, porque ele é justo, receberá a recompensa de justo. Mateus 10:41.

Algo impressionante que notamos quando vamos pregar em outras igrejas é que o caráter (identidade) com a qual nos recebem está muito relacionado ao tipo de mover que Deus nos usará naquele lugar. É como se a expectativa incrustada na honra liberasse a unção.


c) Obediência:

Todos sabem o que é obediência. Isso é muito simples.
Porém, é importante que ela seja completa. Samuel mandou Saul matar todos os amalequitas. Saul matou todos, menos um, o rei. Obedeceu? De forma incompleta. Resultado, perdeu o reinado. Quando receber uma direção, obedeça da forma mais completa possível.

É importante também que seja imediata. Jesus contou uma parábola sobre dois filhos. O pai pediu a ambos para irem trabalhar. Porém, um deles disse “já vou” e até hoje não foi ainda.

A obediência também precisa estar acompanhada de uma boa atitude.
Joabe foi um grande líder no ministério de Davi. Ajudou Davi a alcançar muitas vitórias. Porém, ao lermos toda a história, veremos que muitas vezes ele obedecia por fora, porém, seu coração não estava encontrando prazer nisso. É o caso do Joaozinho: ‘Estou sentado por fora, mas, por dentro ainda estou de pé’! O que fazer em um caso assim? “Deus te deu uma boca para conquistar o seu coração”.

Por que você está assim tão triste, ó minha alma? Por que está assim tão perturbada dentro de mim? Ponha a sua esperança em Deus. Salmos 42:5.

Use suas palavras para determinar ao seu coração que tenha uma boa atitude ao obedecer às autoridades.

A única exceção que a Bíblia nos dá em relação a obedecer às autoridades é o caso de elas nos mandarem pecar!

Pedro e os outros apóstolos responderam: "É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens! Atos 5:29.

Pedro e os demais estavam sofrendo por pregar o evangelho. E receberam ordens expressas das autoridades civis de que não deveriam mais anunciar o evangelho de Jesus. Nesse caso, o que as autoridades estavam pedindo era pecado. Obviamente eles desobedeceram às autoridades para não cair em pecado.

E neste caso não vale o ‘eu acho que Deus me falou’. Precisa ser algo claro que em relação a escritura.



d) Submissão:

A submissão está intrinsecamente ligada a obediência, porém, vai além dela.
Ananias, Mizael e Azarias eram judeus que foram levados cativos para a Babilônia. Eles eram muito amigos de Daniel. Certo dia o rei promulgou um decreto ordenando que todos adorassem uma gigantesca estátua. Eles não poderiam obedecer ao rei porque estava indo diretamente contra os mandamentos do Senhor.
Quando foram exortados pelas autoridades e ameaçados de serem jogados em uma fornalha ardente caso não obedecessem, a resposta deles foi impressionante.
Sadraque, Mesaque e Abede-Nego responderam ao rei: "Ó Nabucodonosor, não precisamos defender-nos diante de ti. Se formos atirados na fornalha em chamas, o Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos, e ele nos livrará das suas mãos, ó rei. Mas, se ele não nos livrar, saiba, ó rei, que não prestaremos culto aos seus deuses nem adoraremos a imagem de ouro que mandaste erguer". Daniel 3:16-18.

Eles não disseram: Rei maldito e pagão. Seu corrupto, opressor. Acha que vamos te obedecer seu pecador?
NÃO!
Eles desobedeceram ao rei por emitir uma ordem cuja obediência seria pecado. Porém, continuaram honrando e se submetendo a autoridade do rei e sabendo que ele tinha poder legal, dado por Deus, para puni-los.

Tipos de autoridades:

a) Civil:

O texto de Rm 13 que falamos logo no começo, apesar de trazer princípios relativos a todos os tipos de autoridades possui se enfoque nas autoridades civis.
Devemos honrar o presidente, governador, prefeito, vereadores, senadores, deputados… Com vimos antes, sejam eles justos ou injustos, corretos ou ímpios.
Se nos mandarei fazer algo que é claramente pecado segundo a Bíblia, não obedeceremos, porém, continuares a tratá-los com muito respeito. Jamais dizendo palavras infamatórias contra eles.

Como nosso país segue o regime de democracia, podemos sim ter uma ideologia diferente do governo atual. Não há problema nisso. Podemos expor esse pensamento e inclusive divulgá-lo. O que não podemos é agir de maneira desonrosa, desrespeitosa para com nossas autoridades civis.
Em se tratando de autoridades civis, podemos usufruir dos direitos que as leis do país nos concedem, sempre levando em consideração os princípios de honra ensinados na Bíblia.

b) Familiar:

Já explicamos aqui diversas vezes. O marido é o líder da família e os filhos precisam honrar seus pais.
O marido não é alguém superior a esposa. Porém, toda família precisa de uma organização de uma liderança. E Deus encarregou ao marido essa liderança.
Por exemplo.
De repente a família deseja comprar um carro. A esposa quer um Prisma. Os filhos querem uma Ecoesporte. Já o marido quer um gol. Se fosse uma democracia, seria fácil decidir.
Prisma: 1 voto.
Ecoesporte: 2 votos.
Gol: 1 voto.

Pronto, a família compraria uma Ecoesporte. Se ela desse problema, ou por algum motivo se desgostassem dela; o marido e a esposa começariam aquele discurso: “Viu, eu avisei que esse não era o melhor carro”…

Agora, como é um reino, é diferente. Quem Deus estabeleceu como líder da família? O Marido. Ele é mais importante para Deus do que a esposa ou os filhos? De maneira nenhuma. Todos são importantíssimos para o Senhor. Porém, por uma questão de organização, de ordem, Deus colocou o marido como chefe da família.
Ele ouviu a opinião da esposa e dos filhos. Pensou, analisou, orou sobre isso. Quando chegou a hora de decidir, vamos supor que decidiu pelo gol.
Como é um reino, uma vez tomada a decisão, a esposa e os filhos ficam muito felizes e dão todo apoio a decisão do marido. Se lá frente surgisse um problema no gol, ninguém diria: “Viu, eu avisei”… Afinal, estão em unidade, todos juntos.

Ou ainda, se o marido resolvesse por comprar o Prisma. E lá na frente desse problema. Ele não diria: “Viu mulher, fui fazer o que você queria”. Não, porque estão em unidade.

Para que exista unidade, é preciso que exista um líder e pessoas que compreendam a mentalidade de reino, não de democracia.


c) Eclesiástica:

Na Igreja não é diferente. Até Deus se organizou. O Pai enviou Jesus e Jesus enviou o Espírito Santo. Jesus nos deus testemunho a respeito do Pai e o Espírito Santo nos dá testemunho a respeito de Jesus. Quem é mais importante? TODOS! O Espírito Santo é tão importante quanto o Pai. O Pai é tão importante quanto Jesus. Porém ELE é organizado e como é organizado possui unidade. Unidade tão plena que é UM ÚNICO DEUS.

Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês. Hebreus 13:17.

Deus estabeleceu líderes dentro da Igreja. Nós, os líderes não somos melhores nem mais importantes do que vocês. Somos todos iguais perante o Senhor como pessoas. Porém, o Senhor nos organizou em níveis de autoridade. De uma maneira que todos os cristãos precisam estar debaixo de autoridades.
Líderes são instrumentos de Deus sobre nossas vidas. As palavras deles podem liberar grandes moveres do Senhor sobre nós. Quando nós os honramos, honramos a Deus que enviou eles e recebemos a recompensa de Deus.
A estéril Ana honrou Eli que era um mau sacerdote e recebeu sua bênção, um filho. Jesus disse a mulher cananéia que não poderia tirar o pão dos filhos e dar aos cachorrinhos. Ela o honrou, não retrucou seu posicionamento. Recebeu o milagre na vida de sua filha.
Uma das maneiras mais rápidas de honramos a Deus e atrairmos seu favor sobre nós é honrando as autoridades espirituais que ele constituiu sobre nós.

Como eu decidi proceder. Decidi obedecê-los em tudo. Tomei a postura de colocar-me nas mãos dos meus líderes. Mesmo se eu não fosse pastor, continuaria procedendo desta maneira pois percebi que aquilo que faço para meus líderes espirituais estou fazendo para o próprio Deus que os colocou sobre mim. O Pr. Abe Huber conta uma história muito interessante…

Ele estava orando e buscando direção de Deus e sentiu fortemente que deveria ir implantar uma Igreja da Paz em Fortaleza. Quanto mais orava, mais convicção tinha de que essa era a direção de Deus.
Foi conversar com seu discipulador, o Pr. Paul. Este disse. Olha Abe, nós temos um projeto de implantar Igrejas na Bacia Amazônica e seus arredores. Então não acho que deva ir para Fortaleza, você deve ir para Cuiabá no MT.
O Pr. Abe por sua vez, explicou que sentia isso da parte de Deus. O Pr. Paul, disse que oraria mais sobre o assunto, mas, a princípio a cidade era Cuiabá.

Então o Pr. Abe foi para casa e orou: Bom Senhor, eu sindo que é a Sua vontade que eu vá para Fortaleza. Mas meu líder quer que eu vá para Cuiabá. Na Bíblia não está escrito “Abe vá para Fortaleza”, porém, está escrito “sede submissos aos vossos líderes”. Então é algo subjetivo (creio que Deus mandou eu ir para Fortaleza) contra algo objetivo (obedecei aos vossos líderes). Então Senhor, eu vou mudar o meu pensamento e obedecer meu líder alegremente. E se o Senhor realmente quiser que eu vá para Fortaleza, então revela isso ao meu líder.

Desse momento em diante o Pr. Abe começou a sonhar com Cuiabá, a se imaginar implantando uma Igreja da Paz no MT.

A Bíblia diz que: O coração do rei é como um rio controlado pelo Senhor; ele o dirige para onde quer. Provérbios 21:1.

Precisamos crer que Deus vai dirigir os líderes para que sejam canais de Deus sobre nossas vidas. Até o ímpio Ciro (imperador) Deus chamou de meu servo. Pois toda autoridade está a serviço de Deus Romanos 13:1. E mais, a Bíblia declara que desobedecer uma autoridade é como desobedecer ao próprio Deus, é ir contra Deus. Romanos 13:2.

Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos. Romanos 13:2.

Então lá estava o Pr. Abe, crendo que era desejo de Deus que fosse para Cuiabá, fazendo planos, orando, pesquisando sobre a cidade… Porque não basta obedecer com a boca, é necessário apaixonar-se pela visão do líder.

Aí o seu discipulador, o Pr. Paul o procura: Abe, estive orando mais sobre aquela nossa conversa…
O Abe já o interrompe: Tudo bem Pr. Paul, eu já estou me preparando para ir para Cuiabá. Será tremendo o que Deus vai fazer lá.
Paul: Então Abe, é que estive orando mais e vejo que realmente você tinha razão. O desejo de Deus é que você vá para Fortaleza mesmo…

O Pr. Abe continuou feliz. Agora ainda mais por ver a humildade de seu líder e voltou a fazer planos para Fortaleza.

Se você tem um líder que muda de ideia, muda a direção; não fique triste, na verdade, fique é feliz! É um sinal de que ele tem um coração humilde, ensinável capaz de realmente buscar direção de Deus, não apenas orar por orar.

E se a atitude dele (Abe) tivesse sido diferente? Ele poderia ter rachado a Igreja da Paz!


d) Social
Autoridades sociais são os professores, patrões e símiles.

Obedeçam-lhes não apenas para agradá-los quando eles os observam, mas como escravos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus. Efésios 6:6.

O texto aqui fala sobre os escravos. Porém o princípio é aplicável as autoridades sociais.
Os empregados devem ser produtivos, honrando e obedecendo seus patrões de acordo com o que foi estabelecido e até mais.
Alunos devem honrar seus professores e obedecê-los não apenas quando estão presentes.


Consequências da desonra, rebeldia e similares

Chega até ser assustador quando comparamos o adultério seguido de homicídio de Davi em relação a desobediência seguida de rebelião cometida por Saul.
Davi cometeu adultério e por suas ordens o marido da amante acabou morrendo.
Saul obedeceu apenas uma parte da ordem de seu líder Samuel, matou os amalequitas porém deixou o rei vivo. Quando a ordem de seu líder era exterminar todos.
Davi sofreu muito e o filho de Bete-Seba morreu.
Saul ficou louco, endemoninhado, seus filhos morreram, ele foi deposto e sua dinastia perdeu a realeza.

Quem recebeu o castigo maior? Saul. Claro, outros fatores estão envolvidos. Porém, ao longo da Bíblia, ficamos com a impressão que os pecados contra a santidade de Deus são terríveis, porém os pecados contra a autoridade de Deus são punidos com mais rigor.

A rebelião de Saul foi comparada com a feitiçaria.

Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar. 1 Samuel 15:23.

Qual o pecado do feiticeiro? Chama a ação de demônios.
E foi isso que aconteceu com Saul. Ao desobedecer Samuel ele saiu debaixo da proteção de Deus que estava manifestada na pessoa de seu líder Samuel. Ele fechou o coração para Deus quando tornou-se obstinado em seus projetos em detrimento das direções de seu líder Samuel. Como um feiticeiro, Saul também atraiu a ação de demônios sobre sua vida.

O líder é como um grande guarda-chuva de Deus sobre a sua vida. Quando há obediência e submissão você está protegido debaixo deste guarda-chuva. Eu quero estar sempre bem alinhado com o meu guarda-chuva, segurando bem firme. Quero andar em unidade e honrá-los pois assim sem que estarei protegido por Deus e por Ele serei recompensado.

Outro caso interessante é de Cão e Noé. Noé se embriagou e ficou pelado. Seu filho Cão caçoou dele e contou aos irmãos. Os irmãos de costas cobriram a nudez de seu pai. Quando tornou a sobriedade, Noé amaldiçoou Cão.
Ora, ficar embriagado e nu é pecado? Claro! Porém Noé aparece lá em Hebreus 11 como um dos heróis da fé. Evidentemente ele foi perdoado. E Cão? Foi pai de Canaã. Foram amaldiçoados e suas gerações foram os inimigos do povo de Deus.
Qual foi o pecado de Cão? Desonra. Ao desonrar seu pai e líder, desonrou Deus que o havia constituído como autoridade sobre sua vida.
Noé pecou contra a santidade. Isso é terrível. Porém Deus o perdoou. Cão pecou contra a autoridade e as consequências foram devastadoras.

No caso Eli e Ana; Eli era um sacerdote incompetente e seus filhos eram perversos. Ao ver Ana chorando por não conseguir ter filhos pensou que ela estivesse embriagada. Ela o honrou, manteve-se submissa a ele. Ele, mesmo sendo um péssimo líder, abençoou Ana e ela teve o filho que tanto quis. Se ela tivesse desonrado Eli, com certeza teria perdido sua bênção. Ao honrar a figura de autoridade de Deus representada naquele homem pecador, ela honrou Deus que o havia constituído como líder sobre ela.

Jesus curou 10 leprosos. Obviamente, os 10 receberam a cura. Porém, tudo indica que apenas 1 recebeu a salvação. Por que? Porque prestou a atenção nas palavras do líder, deu honra a sua instrução, reconheceu sua autoridade. Os demais, obedeceram apenas até receber o que queriam. A palavra do líder não importava para eles, queriam apenas eram os resultados.

3 Valentes de Davi o ouviram suspirar por uma água que estava depois do acampamento inimigo. Atravessaram todo o acampamento e trouxeram daquela água para Davi beber. Davi a ofereceu como uma oferta ao Senhor.
Eles honraram Deus quando consideram o desejo do coração de seu líder algo pelo qual valeria a pena morrer. O resultado é que aqueles homens alcançaram posições de destaque e além disso as histórias deles estão narradas nas escrituras. Eles conquistaram o coração de Deus ao honrem seu líder.

Falamos muito sobre Davi matando Golias. Porém, um dos momentos mais importantes de sua vida, foi quando Saul o perseguia para o matar. Isso mesmo, seu líder queria matá-lo. Em certo momento Davi teve a oportunidade de cortar a cabeça de Saul. Estava todos dormindo e Davi com uma espada em sua mão, ao lado do dorminhoco.
Porém, Davi não fez isso. Foram duas oportunidades assim que Davi teve de acabar com seu líder. O que havia de errado? Saul era um líder mau, endemoninhado e queria matá-lo. Por que Davi não poderia matar Saul?

E então disse a seus soldados: "Que o SENHOR me livre de fazer tal coisa a meu senhor, de erguer a mão contra ele; pois é o ungido do Senhor". 1 Samuel 24:6.

Abisai disse a Davi: "Hoje Deus entregou o seu inimigo nas suas mãos. Deixe-me, agora, cravar a lança nele até o chão com um só golpe; não precisarei de outro". Davi, contudo, disse a Abisai: "Não o mate! Quem pode levantar a mão contra o ungido do Senhor e permanecer inocente? Juro pelo nome do Senhor", disse ele, "o Senhor mesmo o matará; ou chegará a sua hora e ele morrerá, ou ele irá para a batalha e perecerá. O Senhor me livre de levantar a mão contra seu ungido. Agora, vamos pegar a lança e o jarro com água que estão perto da cabeça dele, e vamos embora". 1 Samuel 26:8-11.

Se Davi matasse Saul, todos saberiam que fora algo legítimo. Porém, Davi sabia que se matasse Saul, mataria não apenas o homem Saul, mas, desonrando a Deus pela posição de autoridade que aquele homem estava investido.

Talvez essa tenha sido o momento mais importante da vida de Davi.

Deus nos colocou nessa família chamada Igreja Fonte de Vida. Deus colocou sobre nós os pastores Luiz e Marly. Na região e no estado, até pouco tempo estamos sob a liderança dos Prs. Wagner e Mara, agora, dos Prs. Otávio e Carol e Tássia e eu.
A pergunta que sempre me faço é: “O que Deus tem revelado a meus líderes? Quais os pregadores que eles gostam de escutar? Quais os livros que eles gostam de ler? Qual a maneira que eles aplicam os princípios Bíblicos? O que eles entendem sobre nosso chamado com Igreja Fonte de Vida?”
Essa é a minha maneira de agir. Porque eu quero que eles tenham prazer em me liderar. Eu não quero que cada vez que chegue o dia do discipulado ou o momento de conversar algo comigo que eles fiquem temerosos da minha reação. Eu quero que cada vez que tiverem que conversar comigo, eles pensem oba! Hoje é dia de conversar com o Sidi’.

Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês. Hebreus 13:7.

O que será que passa na cabeça de seu discipulador quando chega o dia do discipulado de vocês?
Como será que o líder da sua célula vê você?
O que o teu pastor sente quando o telefone toca com uma chamada sua?

Os líderes, representam a autoridade de Deus. Quando você é um bom liderado, a bênção de Deus flui sobre você. Quando para seus líderes é um peso liderá-lo, isso atrapalha o fluxo da bênção de Deus sobre a sua vida.


A recompensa completa

Não é este o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, José, Judas e Simão? Não estão aqui conosco as suas irmãs? " E ficavam escandalizados por causa dele. Jesus lhes disse: "Só em sua própria terra, entre seus parentes e em sua própria casa, é que um profeta não tem honra". E não pôde fazer ali nenhum milagre, exceto impor as mãos sobre alguns doentes e curá-los. E ficou admirado com a incredulidade deles. Então Jesus passou a percorrer os povoados, ensinando. Marcos 6:3-6.

O pessoal não conseguiu fazer a diferenciação entre o Jesus que cresceu no meio deles e o Messias Filho de Deus.
Não conseguiam reconhecem a figura de autoridade em Jesus.

E pasmem! Diz que Ele NÃO PODE FAZER NENHUM MILAGRE! A desonra deles em relação a autoridade de Jesus BLOQUEOU A MANIFESTAÇÃO DO PODER DE DEUS!

A partir de hoje, creio que nós como Igreja, seremos ainda mais um povo completamente submisso ao Senhor Jesus; que sabe reconhecer e honrar as autoridades colocadas por ele sobre nós.

Quatro Passos para Alcançar a Unidade - Parte II

A Unidade é algo fantástico. Dando continuidade a série, falamos aqui sobre o 'Confronto'. Um princípio importantíssimo para manter a Unidade e a Lealdade.

Para acessar a PARTE I e ouvir os 'Benefícios da Unidade', 'O que é Unidade' e os passos I e II, a saber, 'Amor' e 'Perdão' visite: PARTE I.


Baixar mp3: MediaFire 4shared MEGA


3. Confronto

Hoje daremos continuidade a série “Quatro Passos para Alcançar a Unidade”. Já vimos:

Importância da Unidade
O que é unidade.
Passo 1: Amor.
Passo 2: Perdão.

Hoje falaremos sobre o Passo 3: Confronto.

Talvez alguém possa perguntar: “Mas pastor, como que confronto pode ser algo que traz unidade”? Bom, é isso que veremos hoje.

"Se o seu irmão pecar [contra você], vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão. Mateus 18:15.

Parece-me uma característica do povo Brasileiro evitar o confronto. Talvez por isso existam tantos conflitos.
Já viu alguém falar mal de um político? Agora, já viu essa mesma pessoa a sós com o político dizer as mesmas coisas e do mesmo jeito?
Já viu alguém falar mal do patrão? Agora, já viu essa mesma pessoa falar as mesmas coisas e do mesmo jeito olhando nos olhos do patrão?

Falar mal de alguém para outra pessoa é deslealdade. Falar do erro de alguém para outra é fofoca.

E quanto a nós cristãos?
Já viu algum irmão dizendo algo sobre o outro? E essa mesma pessoa procurando o irmão em questão e dizendo as mesmas coisas e do mesmo jeito?

Infelizmente, havia no Brasil essa cultura. De ser muito corajoso em expor as diferenças e erros dos outros pelas costas e uma total covardia em procurar a pessoa e olhando em seus olhos expor os pensamentos. E digo havia porque creio que nós, o povo de Deus estamos mudando isso na nação! Amém?

Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio. 2Tm 1:17.

Uma vez que a pessoa não fala ‘na cara’ porém, pelas costas, seu coração vai se enchendo de indignação até que chega um ponto em que explode!

Por evitar confrontar e expor os pontos onde achava que a outra estava errada, a pessoa acumulou tanta indignação dentro de si, que não conseguiu dialogar, logo esbravejou com ira e iniciou um conflito doloroso.

[Teatrinho: Mexerica / Bergamota]

Imagine só. Quantos homens de Deus temos aqui hoje?
Quantas mulheres de Deus temos aqui hoje?
Ok.

Se eu visse você cometendo um pecado terrível, que poderia destruir a sua vida. Porém, claramente você não se deu por conta de que aquilo é um pecado terrível. Como você gostaria que eu procedesse?

a) Ficasse quieto e não me intrometesse na sua vida?
b) Contasse para minha esposa ou amigos, ou ainda para meu discipulador, para ‘orarmos’ por você?
c) Que eu lhe procurasse em particular e expusesse biblicamente o erro.

Ora bolas, por favor. Eu obviamente preferiria que você me procurasse em particular e expusesse através da Bíblia o erro, para que eu pudesse então me arrepender e mudar de vida.

Agora, não é para sermos ‘cri-cri’ e ficarmos o tempo todo passando o sermão nos outros. Por exemplo: Você viu o irmão não falar com amor com o caixa do mercado. Ele chegou lá e falou ago do tipo: “Poxa, que demora, me dá logo esse meu troco”.
Ele deveria ter falado com mais amor? Claro.
Vai chamá-lo em particular por causa disso? Só se for seu discípulo. Aí você deve mesmo conversar com ele sobre isso. Senão aplique 1Pe 4:8.

Sobretudo, amem-se sinceramente uns aos outros, porque o amor perdoa muitíssimos pecados. 1 Pedro 4:8.

Ok. Chegamos então a conclusão de que se alguém pecar, devemos procurar a pessoa em particular e expor biblicamente o erro dela. Será que é só isso? Não!

Se apenas expressarmos dessa maneira, podemos na verdade é criar um NOVO problema além de não resolver o antigo.

Façam todo o possível para viver em paz com todos. Romanos 12:18.


Vejamos o que diz em 2Tm 2:24-26.

Ora, é necessário que o servo do Senhor não viva a contender Paulo foi expulso da Igreja de Jerusalém por causa disso, e sim deve ser brando para com todos “a mas aquele” TODOS, apto para instruir, paciente, 25disciplinando com mansidão grande poder sob controle os que se opõem, na EXPECTATIVA de que Deus lhes conceda não só o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, 26mas também o retorno à sensatez, livrando-se eles dos laços do diabo muitas vezes a pessoa nem percebeu, tendo sido feitos cativos por ele para cumprirem a sua vontade.

Este é o princípio de REPREENDER COM AMOR E FÉ.
Antes de procurar um irmão na fé para confrontar pelo seu erro / pecado; você precisa certificar-se de que:
1) Está possuído de amor por esta pessoa.
2) Tem uma grande expectativa de ajudá-la.
3) Tem fé de que ela ao ouvir, vai se arrepender e mudar de vida.

Se você ainda não consegue se enquadrar nestes 3 princípios, ore mais, busque mais a Deus até que esteja pronto para confrontá-la com amor e fé. Enquanto isso; não comente sobre o erro dela com o discipulador dela, nem com seu cônjuge… E jamais, jamais dê indiretas por redes sociais!

Porque Deus derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo que ele nos concedeu. Rm 5:5
Poder amor e equilíbrio.

Ok. Tudo bem agora? Já podemos sair por aí confrontando os irmãos com amor e fé? Calma!

COMO VOCÊ REAGE AO SER CONFRONTADO?

"Quem corrige o zombador traz sobre si o insulto; quem repreende o ímpio mancha o próprio nome. Não repreenda o zombador, caso contrário ele o odiará; repreenda o sábio, e ele o amará. Instrua o homem sábio, e ele será ainda mais sábio; ensine o homem justo, e ele aumentará o seu saber. Provérbios 9:7-9.

Só um parêntese. Não vamos sair por ai repreendendo o pecado dos não convertidos.
Imagine chegar em uma praça lotada de jovens não convertidos e começar: “Vocês vão queimar no inferno se ficarem transando antes do casamento, usando drogas e se embriagando”. Ou entrar em um banco e esbravejar: “O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”.

Isso só fecharia seus corações. O ‘arrependei-vos’ de João Batista e de Jesus foi em meio ao ‘povo de Deus’.

Continuando…

a) Qual a sua postura quando é confrontado?

b) Você realmente analisa se faz sentido ou logo dá uma desculpa?

c) Você facilita a vida do seu discipulador ou toda vez que ele vai te repreender você já interrompe antes dele terminar com uma explicação?

O discípulo que sempre tem uma desculpa ou explicação ao ser confrontado, corre o risco de desanimar o discipulador de confrontá-lo. E isso seria terrível!

Se o seu discipulador nunca lhe confronta em nada; cuidado, pode ser que você tenha procedido como um tolo das últimas vezes que ele te confrontou.

Tenha coragem. Procure seu discipulador e diga: “Eu quero ser confrontado”!

E agora, será que já podemos sair confrontando, com amor e fé e tendo uma postura de humildade ao ser confrontado?

Calma, tem mais coisa ainda…

Exortamo-vos, também, irmãos, a que admoesteis os insubmissos, consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos para com todos. 1Ts 5:14.

Se porventura a pessoa te procurar e disser: “Olha, meu líder disse assim, mais eu penso assado”. Você com todo amor e fé, vai admoestá-lo: “Amado, você nem deveria ter falado isso para mim, ele é seu líder, você deveria ter procurado ele diretamente e falado com ele”.

Agora, nem sempre é uma insubmissão. Às vezes é um desânimo ou uma fraqueza.
Ah, meu líder pediu para mim discipular o fulano, mas, estou desanimado para isso”. Nesse caso ele não está sendo rebelde. Ele quer obedecer ao líder; só está desanimado. O que você vai fazer? ANIMÁ-LO! “Vamos lá querido, você consegue! Tenho certeza que se o teu líder te pediu isso é porque o Espírito Santo já te capacitou”!

Esse é nosso dever como cristãos, estarmos o tempo todo animando uns aos outros.

Só mais um para encerrarmos?

16Seis coisas o Senhor aborrece, e a sétima a sua alma abomina: 17olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, 18coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, 19testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas (discórdias) entre irmãos. Provérbios 6:16-19.

Para fazer aqui o paralelo entre aborrece e abomina. A cena é mais ou menos essa. Você chega em um restaurante e quando vai comer, encontra um cabelo do cozinheiro no prato. Você aborrece isso. É nojento.
Você chama o cozinheiro. Ele vem, olha para o seu prato e pasmem! Cospe no prato! Seria uma atitude abominável!!!

Deus abomina a fofoca, especialmente aquela que afasta os membros do corpo de Cristo. Quando alguém consegue afastar irmãos em Cristo com suas fofocas, está cuspindo no prato de Deus!

Em se tratando de pecados pessoais. (Não estamos falando aqui de um erro como líder de célula (Casa de Cloé), como figura política…)

Então lembre-se: O arguí-lo, o confrontá-lo, é entre ti e ele.
NÃO CONTE PARA A ESPOSA
NÃO CONTE PARA O MARIDO
NÃO CONTE PARA O DISCIPULADOR

E se alguém me procurar e começar a falar sobre o pecado de alguém”?
Diga: “O amado, você precisa falar isso para o fulano”.
Se ela disser: “Não, não não vou falar nada”.
Diga: “Então eu vou procurar ele e dizer que você falou isso”.
Se ela disser: “Não, não, deixa que eu falo então”.
Ai você diz: “Até que dia você vai procurar ele para falar sobre isso?”.

Seu ouvido não é penico! Ouvir uma fofoca é ser cúmplice e isso é abominável diante de Deus!

Deus habita em meio aos louvores, não em meio aos falatórios, burburinhos e fofoquinhas!

Ministração:

Onde estão os irmãos e irmãs em Cristo que amam ser confrontamos com amor e fé sobre seus pecados?

Onde estão os irmãos que são corajosos e com amor e fé falam diretamente com aquele que errou?

Onde estão os irmãos e irmãs corajosos que não aceitam fofocas?

Chega de guardar decepções em seu coração. Zere esse caixa emocional.

Sempre que achar que um irmão em Cristo pecou:

1) Não guarde isso como decepção em seu coração.
2) Não saia fazendo fofoca.
3) Confronte com amor e fé, na expectativa de que a pessoa vai mudar.

Vamos ter agora a santa ceia. Desafio você a pedir perdão ao Senhor por todo tipo de fofoca que você tenha feito ou ouvido.
A pedir perdão por toda vez que através de seus falatórios, surgiram discórdias entre os irmãos.
Pedir perdão por cada vez que você foi ‘leva e traz’.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...