Justificação

  O grande problema de muitas pessoas chama-se CULPA. Não conseguem aproveitar ao máximo a vida que Jesus tem para elas porque sentem-se indignas, sujas...

    Será que é possível que Jesus perdoe uma pessoa que cai novamente no mesmo erro? Será mesmo que uma pessoa pode ser 100% santa?


Baixar mp3: 4shared MediaFire 



Recomendamos ouvir/ler a segunda parte desta mensagem: SANTIFICAÇÃO.
[Esboço]

Justificação.

Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à lei. Romanos 3:28.
Por meio dele, todo aquele que crê é justificado de todas as coisas das quais não podiam ser justificados pela lei de Moisés. Atos 13:39

A justificação é salvação no tempo passado.
Quanto você creu em Jesus Cristo você foi justificado.
E é por não conhecer essa verdade que muitas pessoas ficam escravizadas a um terrível algoz de Satanás: A culpa.
Vamos detalhar o mecanismo da culpa.

Joãozinho era um pecador. Então o Espírito Santo começou a trabalhar em seu coração. Certo dia André compartilhou a mensagem de Jesus com Joasinho. Ele aceitou a mensagem e se arrependeu de seus pecados. Neste momento, a justificação entrou em ação e por causa da fé em Jesus Cristo todos os pecados de Joãozinho foram perdoados. Agora, ele era um santo!
Porém, o santo Joãozinho acabou pecando. Logo veio um demônio e soprou no ouvido dele: “Agora eu estraguei tudo”. “O que foi que eu fiz, Jesus morreu por mim, me salvou e agora eu estraguei tudo, sou um pecador novamente”. Joasinho confunde aquela voz com os próprios pensamentos dele e começa a concordar. Agora ele se sente um pecador, um fracassado. O demônio continua soprando: “Não dei conta de ser como a igreja queria que eu fosse. Também é difícil demais, é tanta coisa que tem que fazer, tanta regra pra seguir que eu não consigo”.
É o mecanismo da culpa, levando Joãozinho para o fundo do poço. Sentindo-se culpado, quando um irmão chega e pergunta: “Como vai Joãozinho”. Ele logo pensa: “Esse cara tá me julgando, sabe que pequei e já veio me cobrar”.
Sem perceber Joãozinho caiu da graça para a lei. Da nova para a antiga aliança.

Por que Joãozinho tinha sido salvo? Porque havia crido no evangelho, na mensagem de Jesus pregada por André! Porém, por que estava se sentindo culpado? Porque tinha parado de olhar para Jesus e começado a olhar apenas para seus defeitos, para sua justiça própria para sua capacidade de cumprir os mandamentos, ou melhor, para sua incapacidade de cumprir a lei. Ei Joãozinho, estude esse versículo:
Sabemos que o ninguém é justificado pela prática da lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo. Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da lei, porque pela prática da lei ninguém será justificado. Gálatas 2:16

Quando Satanás consegue convencer uma pessoa de que a santidade provém da prática da lei, amarrou tal indivíduo em uma terrível armadilha: O mecanismo da culpa.
A pessoa que cai nessa armadilha está prestes a perder sua fé e consequentemente sua salvação.
Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. Hebreus 11:6
Tudo o que não provém da fé é pecado. Romanos 14:23b

Amado, hoje eu estou te trazendo este alerta muito importante. A salvação é um presente que Jesus dá:
Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie. Efésios 2:8-9
E da mesma forma como você foi salvo pela graça mediante a fé, permanecerá salvo pela graça por meio da fé. Entende? Você foi salvo quando creu que sozinho não tinha saída, que não dava conta de obedecer todos os mandamentos sozinho. Então recorreu a Jesus, e Ele transferiu a Sua justiça para você. Naquele dia você se tornou tão santo como Jesus! Naquele dia o Pai olhou para você e viu você brilhar com a santidade do próprio Jesus!
Agora você deve continuar salvo da mesma maneira. Arrependendo-se de seus pecados, reconhecendo que mesmo se esforçando tanto para não errar ainda erra e que precisa dele. Então, apropriando-se a cada dia de que você desfruta da santidade de Jesus.
É por isso que oramos 'em nome de Jesus'. Pois você trocou de 'justiça' com Ele. Ele morreu na cruz com a tua injustiça e você vive hoje com a Justiça d'Ele. Está entendendo? É por isso que suas orações são respondidas. Deus Pai olha pra você e vê a santidade de Jesus sobre ti.

Aproprie-se do fato de que você é santo! O pecado não separa mais você de Deus! Resvalou? Já se arrependeu e pediu perdão? Então creia:
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. 1 João 1:9
Duvidar do perdão é duvidar da fidelidade e justiça de Deus.
É pecado não crer em Jesus. Inclusive, esse é o único pecado que pode levar alguém para o inferno; isso mesmo, este é o único pecado.
Quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo. Do pecado, porque os homens não crêem em mim; João 16:8-9
Eu não prego um evangelho de culpa e condenação. Evangelho significa 'boas notícias'. Culpa e condenação não me parecem boas notícias, isso são más notícias. Eu prego o evangelho, as boas novas de perdão e reconciliação. De que Deus se fez homem e morreu por nós e hoje nós somos livres do pecado, da morte e do inferno. Eu prego as boas notícias de que Jesus nos ama; Deus nos ama tanto que entregou seu filho na cruz para morrer em nosso lugar! Ele preferiu ver morrer na cruz do que passar a eternidade longe de você e de mim! Entende o que é isso. Isso é amor, isso é evangelho!

Talvez alguém possa dizer apavorado: “Pastor se pregarmos isso as pessoas vão achar que podem pecar à vontade”. Se conhecerem essas verdades não.
Irmãos, vocês foram chamados para a liberdade. Mas não usem a liberdade para dar ocasião à vontade da carne; pelo contrário, sirvam uns aos outros mediante o amor. Gálatas 5:13
Ora, nos que fomos chamados a liberdade não nos deixaremos novamente aprisionar pelo pecado.
"Tudo me é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo me é permitido", mas eu não deixarei que nada domine. 1 Coríntios 6:12
"Tudo é permitido", mas nem tudo convém. "Tudo é permitido", mas nem tudo edifica. 1 Coríntios 10:23
É uma burrice tão grande depois de ter servido o glorioso Senhor Jesus querer outra vez voltar a vida desgraçada de escravo do pecado.
Vocês foram libertados do pecado e tornaram-se escravos da justiça. Romanos 6:18
Jesus respondeu: "Digo-lhes a verdade: Todo aquele que vive pecando é escravo do pecado. João 8:34
Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro. Jeremias 29:11
Prometendo-lhes liberdade, eles mesmos são escravos da corrupção, pois o homem é escravo daquilo que o domina. Se, tendo escapado das contaminações do mundo por meio do conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, encontram-se novamente nelas enredados e por elas dominados, estão em pior estado do que no princípio. Confirma-se neles que é verdadeiro o provérbio: "O cão voltou ao seu vômito" e ainda: "A porca lavada voltou a revolver-se na lama". 2 Pedro 2:19-20;22

Se por um lado a justificação nos dá a certeza de que já somos 100% santos por causa da imputação da Justiça de Jesus a santificação nos mostra que ainda temos erros e falhas.
É a justificação que diz “você é um santo” e a santificação quem completa “lutando contra o pecado”.
A Justificação diz “tenha fé” e a santificação quem fala “esforça-te”.
A Justificação cientifica “não depende de você” quanto a santificação, avisa: “Mãos à obra”!

Não foi Abraão, nosso antepassado, justificado por obras, quando ofereceu seu filho Isaque sobre o altar? Você pode ver que tanto a fé como as suas obras estavam atuando juntas, e a fé foi aperfeiçoada pelas obras. Cumpriu-se assim a Escritura que diz: “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça”, e ele foi chamado amigo de Deus. Tiago 2:21-23

A justificação limpa nossa barra com Deus; a santificação atrai o seu favor.
A justificação é imediata e a santificação progressiva.

A justificação te torna apto para o batismo nas águas. Decidir obedecer é uma atitude de santificação.

Assim como o corpo sem espírito está morto, também a fé sem obras está morta. Tiago 2:26

A verdade é que a fé sem obras é apenas o 'cadáver da fé'. Crer sem praticar não fé Bíblica.

A santificação é sua luta diária para cada dia pecar menos. Sua dedicação em orar, conhecer as escrituras, buscar a presença de Deus para que cada dia erre menos.

Recomendamos ouvir/ler a segunda parte desta mensagem: SANTIFICAÇÃO

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...