Em quem Votar? ou O Cristão e a Política.


Diz o ditado que 3 coisas não se discutem: Futebol, política e religião. A primeira delas todo mundo discute. Nem preciso dizer nada, todo mundo fala de futebol! Sobre a terceira, é papel de todos nós anunciar as bos notícias de Jesus Cristo. E quanto ao tema central? Qual deve ser o nosso papel como cristãos dentro da política?

Baixar mp3: 4shared MediaFire


Eles instituíram reis sem o meu consentimento; escolheram líderes sem a minha aprovação” Os 8:4.

O texto que lemos mostra que o povo tinha escolhido para si reis e líderes sem a autorização e sem a aprovação de Deus. O resultado não poderia ser mais devastador.
Vivemos em um país governado pelas autoridades que nós mesmos elegemos. E cabe a nós às obedecermos, honrarmos e respeitarmos. Depois que a autoridade está instaurada, só resta orar para que o Senhor dê a ela um coração bom.

Porém, a eleição é só domingo. E até lá ninguém foi eleito para o próximo mandato. É tarefa sua como líder do povo de Deus ensinar a cada discípulo, a cada irmão seu papel como filho de Deus nas eleições.

1) Todos tem liberdade para escolherem seus candidatos.
Jamais um pastor, líder ou discipulador pode obrigar alguém a votar em determinado candidato. Como pastor desta igreja eu não aceito que forcem você a votar em determinado candidato!
Por mais que muitos de vocês saibam minha opinião, todos tem liberdade para votar em quem quiserem. Deve existir respeito. Você não precisa nem sequer contar em quem votou.

2) Seu voto é um arma poderosa.
Existem muitos projetos terríveis sendo encaminhados. Projetos contra as igrejas, contra a família, contra liberdade; projetos e planos contra os princípios de Deus...
Isso sem falar em questões primordiais como educação, economia, saúde e segurança pública. Seu voto pode fazer muita diferença. Seu envolvimento na política pode fazer toda a diferença! Não estou dizendo que você precise sair candidato. Não estou dizendo que você deva votar apenas em candidatos evangélicos. Falo que você precisa sondar. Analisar quem são os candidatos. Promover as boas ideias e desmascarar às más.

3) Pesquise.
Não vote apenas pelo partido. Apesar de que você deve sim, analisar o partido. Veja quem são as demais pessoas daquele partido, quais as ideologias defende... Porém, olhe para candidato. Como foi sua vida? Tem ficha criminal? O que pensa sobre disciplinar as crianças, sobre família, aborto, células tronco embrionárias e drogas? Compare com o que a Palavra de Deus ensina.
Uma sugestão; digite num mecanismo de pesquisas o nome do candidato seguido de algumas palavras chave, por exemplo: “Fulano ladrão”; “Beltrano Maçonaria”; “Ciclano Aborto”...
Não se baseie apenas em uma fonte de informação. NÃO SE BASEIE APENAS NAS PROPAGANDAS DOS POLÍTICOS NA TV pois são feitas mesmo para manipular você. Leia jornais, procure na internet, assista canais diferentes... Votar não é brincadeira!

4) Ore.
Peça ao Espírito Santo que te mostre em quem votar. Interceda para que sejam eleitos aqueles que farão um governo o mais semelhante possível com aquilo que está no coração de Deus.
Ore até ter certeza em quem deve votar e depois ore novamente para que este candidato seja eleito.

5) Procure candidatos que agradem ao Senhor.
Quem é mais importante para você? Seu partido político ou Jesus? Então analise claramente. Quem é o candidato que na sua opinião vai agradar mais Jesus se eleito?
Jesus é a verdade. Jesus é perfeito. Logo, o candidato cujo estilo de governo mais agradar Jesus será certamente o melhor para o Brasil!

6) Não seja ignorante.
Não brigue com as pessoas, não saia no soco. Calma. Não podemos perder uma vida sequer por você se estourar. É melhor perder um voto do que uma vida ir para o inferno. Peça sabedoria ao Senhor para que você possa 'fazer política' com sabedoria e prudência.

7) Omissão jamais!
Como cristãos não podemos nos omitir. Nosso voto pode fazer toda a diferença. É verdade que não permito campanha nas células, nos cultos e demais encontros oficiais da igreja. No entanto, incentivo que em todo tempo, as pessoas sejam estimuladas a pensar, pesquisar, analisar, orar...
Depois que o Espírito Santo te mostrar em quem deve votar, você pode sim fazer campanha política, volto a dizer, não nas programações oficiais da igreja. Mas no seu dia a dia, no seu andar pela rua, nas suas redes sociais, nos vidros de seu carro... Desde que isso não atrapalhe o Reino de Deus. Faça de seu voto uma oferta ao Senhor.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...