Vencendo a carne


Ainda meditando à respeito das festas de final de ano e também à respeito das férias.
Precisamos abrir nossos olhos e abri-los bem abertos para um grande inimigo. Sim meus amados irmãos, precisamos estar atentos e vigilantes contra um inimigo muito poderoso. Esse inimigo é diferente do mundo, pois ao invés de trabalhar com estímulos externos, ele ataca por dentro. Esse inimigo é pior que o Diabo. Esse inimigo é a Carne.

Baixar mp3: 4shared MediaFire
A carne é o adversário mais difícil de ser identificado, controlado e destruído. A carne não gosta de congregar nos cultos, a carne consegue ficar sentada 2h para ver um filme, mas não consegue aguentar 40min de uma pregação sem ir ao banheiro. A carne gasta R$ 100,00 para comprar a camiseta de um time de futebol, mas não entrega tal valor como dízimo. A carne não gosta de jejuar, mas ama uma cervejinha. A carne não gosta de tratar bem a esposa, mas ama ver mulheres seminuas na televisão. A carne não gosta de orar, mas adora aqueles programas de fofoca da televisão... Essa é a carne, nossa maior inimiga. Que ataca de dentro para fora. Mas te dou um alívio. Jesus venceu a carne. E a Bíblia nos ensina que andando no Espírito também o podemos. Vejamos pois algumas das obras da carne.
Lembrando que a carne só tornou-se assim mediante a semente do pecado que Adão infiltrou em sua descendência.
Imoralidade Sexual, Prostituição, Adultério: Um dos maiores apetites da carne é a área sexual. A carne corrompida pelo pecado, grita por dentro clamando por sexo. Ao contrário de uma sexualidade sadia, exercida dentro do casamento como planejado por Deus, a carne quer relações fora do casamento. O Adultério é algo terrível e destrutivo que devemos fugir com todas as nossas forças. Ah meus queridos não deixe que o verão te engane! Irmãs não caiam na ilusão da moda. Não andem por aí usando o calor como desculpa para a ‘semvergonhice’. Irmãos, tomem cuidado. Essa história de que olhar não arranca pedaço é mentira. Olhar com má intenção é pecado e você pode até perder a salvação por causa de olhos impuros! Cuidado! Sinal vermelho para a imoralidade, para o adultério, para a prostituição!
Impureza, fornicação: Da mesma maneira, os solteiros também precisam se cuidar. Nada de ‘ah, posso olhar, sou solteiro’. Isso é engodo de sua carne pecadora. Não caia nessa. Não siga o padrão deste mundo que manda ‘experimentar’, testar. Isso não existe na Bíblia! Fornicação são as relações estabelecidas antes do casamento. A glória do solteiro é sua virgindade! Ser virgem é uma honra! Felizes os virgens, felizes aqueles que podem dizer em suas núpcias: Eu me guardei para você! Está solteiro, seja solteiro de fato! Não consegue se conter? Se case logo! Não consegue se conter e não quer casar? Seja castrado! E não venha me dizer que minhas palavras são duras ou ofensivas, pois tais palavras estão na própria Bíblia.
Libertinagem, lascívia (sensualidade exagerada), ações indecentes: Já falamos um pouco, mas a Palavra garante um tópico exclusivo para esse tema. A sensualidade exagerada. Preciosas irmãs, roupas feitas para provocar não cabem no roupeiro de vocês! Tomem cuidado. As confecções estão adoidadas a produzir roupas feitas para provocar. Cuidado homens, até roupas masculinas estão sendo produzidas visando a sensualidades! Se quiserem usar tais coisas entre quatro paredes com seus cônjuges isso não proíbo nem me meto. Agora o uso público de vestes sensuais é uma obra da carne. Querer parecer o ‘gostosão’ e a ‘gostosona’ é pecado, obra da carne. E vale lembrar que quem pratica tais coisas não herdará o Reino de Deus. Uma dica? Peça para seu discipulador(a) dar uma revisada no seu roupeiro. Ainda digo mais, irmãs peçam para suas discipuladoras revisarem seus guarda-roupas, façam isso mesmo! E irmãos, comentem com seus discipuladores os programas e sites que andam olhando. Isso será muito bom.
Mas a lascívia não está apenas relacionada com roupas. O modo de ser, as ações indecentes. O mundo ensina a caminhar rebolando, a dançar vulgarmente, a fazer caras sensuais. Até biquinhos e poses sensuais para fotos, podem ser usados pela carne lascivamente. Tomem cuidado!
Idolatria, adoração de ídolos: Adorar imagens é pecado. Isso todos sabemos. Ter outros deuses, mesmo sem ter a imagem deles, também o é. Pessoas que ficam dando para seus filhos o uniforme do time antes da criança ter a primeira camisetinha de Jesus. Idolatria. Perdem o culto ou a célula para ver um jogo. Idolatria.
Trabalha 7 dias por semana, depois reclama que não tem tempo para nada. Pois você está roubando o dia do Senhor! Em 6 dias trabalhamos e 1 dedicamos apenas para amar ao Senhor, cultua-lo, amar a família e descansar. Não descansar é um terrível pecado!
Tem gente que idolatra até novela! Que isso! Sinceramente eu pensava que os cristãos não olhassem novela. Mas quando eu descobri alguns ainda olham, doeu muito meu coração. A novela cega; faz lavagem cerebral. Isso mesmo, novelas são um mecanismo reeducação das massas. É através das novelas que os poderosos deste mundo controlam o que certo e errado, o que vai vender e o que não irá vender. São as novelas que definem uma nova moralidade deturbada. São terríveis instrumentos do Diabo que tem colocado dentro de muitas casas a avareza, a idolatria, as feitiçarias, o homossexualismo, a violência, a lascívia e o adultério. Se você liga a televisão em uma novela, não reclame se uma macumba pegar em você, pois elas são feitas durante a novela sem você perceber. Não reclame se seu filho se tornar homossexual, pois as novelas reprogramam o cérebro para achar isso normal. Não se irrite se seu marido amar mais o carro e a cerveja do que você, pois as novelas ensinam isso. Se você gosta de novelas, não estranhe se as discussões forem frequentes na sua casa e cuidado, pois o adultério pode estar te rondando.
Outros adoram dinheiro. Fazem qualquer negócio por dinheiro. Se vendem, se compram, mudam de opinião. Tudo pelo dinheiro. E ai vai. Intelecto, beleza, opinião...
Feitiçarias: É uma obra da carne a busca de uma solução mágica. Benzeduras, simpatias, superstições, amuletos, necromancia. Quem pratica tais coisas além de perder a salvação atrairá a ação de demônios sobre sua vida. Cuidado com as simpatias de virada de ano. Se você, por superstição comer alguma alimento ou usar determinada roupa, estará em pecado.
Ódio, inimizades: Não devemos ter ódio, nem inimizades. Não podemos guardar mágoas. Jamais diga: “O que ele fez pra mim não tem perdão”. Afinal Jesus deixou claro que quando nós não perdoamos os outros, Ele também não nos perdoa.
Discórdia, brigas: O orgulho, elemento forte da carne, ama brigar! Para concordar é preciso vencer o orgulho. Existem pessoas que se autodenominam ‘do contra’, tal pessoa é de discórdias. Tem prazer em ser do contra.
Ciumeiras, emulações: As ciumeiras são pecado. Ou ainda conforme a ARC e a KJV, as emulações (sentimento que incita a igualar ou superar outrem). Não podemos ser ciumentos e invejosos. Não estou falando aqui do zelo. Devemos sim zelar por nossos cônjuges e por nossas coisas. Mas o ciúme é uma obra da carne. O ciúme quer que o outro não tenha o que tem. O ciúme quer sempre se exibir como o maior e o melhor. O ciúme não sabe exaltar o outro, antes quer denegrir para crescer.
Ira, acessos (súbito) de raiva: Obra da carne que tenta nos tomar de súbito, os acessos de raiva (NTLH) são terríveis pois facilmente nos conduzem a outros pecados como palavrões, falta de amor, violência, etc... A própria Palavra nos garante que não há tentação irresistível. Todo acesso de raiva pode ser controlado.
Egoísmo: Faz o mundo girar ao redor do umbigo. O culto não pode ser hoje pois fiz chapinha, a mensagem não foi o que eu queria ouvir, esse não é o discipulador que eu queria. O egoísmo sempre coloca o eu na frente. Não está preocupado com o benefício ao grupo mas com sua performance particular.
Dissensões, desunião: Já temos estudado bastante sobre isso. A Bíblia nos ensina que devemos ter uma só disposição mental, uma só maneira de falar, uma maneira de agir.
Facções, divisões, sedições (rebelião, motim): A carne gosta de dividir, de rebelar-se. Gosta de greves, motins e ‘revoluções’. A carne não gosta de se submeter, principalmente a ideias das quais diverge.
Invejas: A carne é tão invejosa que até com as questões espirituais implica. Porque Deus já atendeu ele e eu não? Com o fulano já é líder de célula e eu ainda não? Porque ela discípula a fulana e não eu... Pare meu querido, a inveja é uma obra da carne!
Embriagues; bebedeiras: É muito claro o perigo das bebidas alcoólicas. Mas a carne ama beber! Ela até consegue boas desculpas e explicações científicas. A carne encontra um benefício para cada bebida alcoólica. Agora me diga uma coisa. Se eu trouxesse aqui uma arma utilizada em um crime. Um revolver usado por um jovem para matar sua namorada. Quem de vocês iria querer leva-los para casa e usa-lo de enfeite sobre a geladeira ou armário? Agora, será que dá pra entender porque alguém usa de enfeite garrafas de bebidas alcoólicas sabendo que tantas vidas já foram ceifadas pelo álcool?
Mas a carne diz ‘eu bebo socialmente’. Também o traficante diz ‘eu não sou bandido’, e o usuário de drogas ‘não faço mal pra ninguém’. Eu sei como e esse socialmente. O primeira vez que me lembro de ter me embriagado, estávamos bebendo socialmente comemorando a vitória de um vereador, eu era apenas uma criança. Depois foi socialmente, ajudando na copo em uma festa. Depois, socialmente, levando cerveja escondida em uma excursão da escola, devia ter uns 13 ou 14 anos. A cada latinha social eu caminhava na direção de ser um alcoólatra. Junto com as doses sociais comecei também a dar uma cheirada no solvente que usávamos na serralheria, a dissolver 5 colherinhas de café solúvel em uma colher de água para ficar ‘agitado’ e a colocar uma tampinha de álcool de farmácia no suco de laranja. Assim, fui socialmente escondido tomar um gole de cada tipo de licor... Até que um dia, após 24h de jejum integral, a vontade de beber desapareceu instantaneamente da minha vida.
Orgias, glutonarias, farras: Os exageros. Sejam na área da sensualidade, da alimentação e a de do festejar. A carne ama ser exagerada no mau sentido. Extravasar no pecado. Até mesmo coisas criadas pelo Senhor para bem podem se tornar instrumento para o mal.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...