Cobertura Espiritual

Não era uma questão de inteligência da juventude, ou status real. Era uma questão de cobertura espiritual...

Infelizmente não conseguimos gravar a mensagem na íntegra.
 
Baixar mp3: mediafire 4shared

Segue parte da transcrição da mensagem...

Semana passada falamos sobre algo muito bom que são os sacrifícios. Agora falaremos sobre algo ainda melhor: Obedecer. 1Sm 15.22-23 Samuel, porém, respondeu: "Acaso tem o Senhor tanto prazer em holocaustos e em sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? A obediência é melhor do que o sacrifício, e a submissão é melhor do que a gordura de carneiros. Pois a rebeldia é como o pecado da feitiçaria, e a arrogância como o mal da idolatria. Assim como você rejeitou a palavra do Senhor, ele o rejeitou como rei". O problema de Saul não foi sacrificar. Foi sacrificar contra a direção dada por seu discipulador. Quem deseja agradar ainda mais a Deus? Seja submisso! Samuel mandou Saul esperar. Saul se achando esperto, ou talvez por ser rei, pensou ser a sua ideia melhor. Mas a questão não era se o conselho de Samuel era bom ou ruim. Não era sobre o status real de Saul ou sua espiritualidade. Era uma questão de cobertura espiritual. A Igreja de Jesus, está carente do reestabelecimento da autoridade espiritual. Mas afinal de contas, o que é cobertura espiritual? É um princípio criado por Deus para proteger e abençoar seu povo! Diz o texto que rebeldia/rebelião é como o pecado de feitiçaria. O que o feiticeiro faz? Invoca, invoca, atrai demônios! O que o rebelde faz? Invoca/atrai demônios! Como assim? A cobertura espiritual é como um guarda chuva que nos protege do ataque das trevas. Quando a pessoa está em rebeldia, ela passa aos demônios a mensagem “pode vir em mim que to fácil”. Exatamente o mesmo que o feiticeiro faz. É claro que não basta ter um guarda chuva, é preciso estar debaixo dele, ou seja, não apenas ter uma cobertura espiritual, mas alinhar-se com sua visão, colocar-se sob ela. Quando Saul desobedeceu Samuel, atraiu a ação de demônios sobre sua vida. Quando uma pessoa pratica feitiçaria, isso afeta ela, a pessoa para quem fez e os amigos e familiares ao seu redor. O rebelde invoca a ação de demônios sobre si, seus familiares, e líderes que na verdade são o alvo. Então se teu marido ou esposa começar a falar mau de uma autoridade espiritual, repreenda imediatamente para que não fique toda a família debaixo da ação demoníaca. Conviver com um rebelde é como conviver com um feiticeiro. Aceitar as palavras de um rebelde é como repetir um feitiço. Saul deu mais valor a seu desejo, sua ideia, do que ao próprio Deus agindo na vida de Samuel.

Sacrifício


Deus é amor. E ao desejar nos criar, desejou fazer algo realmente muito bom (Gn 1.31). Porém, nosso Deus triúno, que sabe de todas as coisas, previu nossa queda no pecado.
2Sm 24.10;18-25[i]
“Agora, me regozijo nos meus sofrimentos por vós; e preencho o que resta das aflições de Cristo, na minha carne, a favor do seu corpo, que é a igreja” Cl 1.24.


Então, ao criar todas as coisas, sabia que teria que se sacrificar para resgatar Sua criatura e tornar-nos mais que isso, tornar-nos Seus filhos! Então criou um universo baseado em sacrifício. Onde para haver vida é necessário que haja morte. Um mundo onde para que um leão viva, um búfalo precisa morrer e ter seu sangue derramado.
Até hoje, para que nossa omelete fique pronta, precisamos terminar com a esperança da galinha de ter mais um pintinho.
E o Senhor incutiu isso na mente do povo judeu. Mostrando que cada vez que alguém pecasse, sangue deveria ser derramado. Assim, quando uma pessoa pecava, dependendo do pecado, um animal era oferecido por seu pecado e deveria tomar banhos cerimoniais. Porém, em caso de outros pecados piores, não havia remissão, a pessoa deveria ser morta.
Tudo isso foi revelado em Jesus, onde os pecados podem ser todos absolvidos pelo sangue de Jesus derramado na cruz, porém um não, o de não crer no Filho de Deus (Jo 16.9). Aquele que nele crê, passando pelas águas do batismo, está livre do pecado.
Para que nós tivéssemos esperança, antes de nos criar, o Pai decidiu dar Seu filho e o Filho aceitou doar-se (1Pe 1.19-20). Essa promessa de sacrifício, como um cheque pré-datado por nossos pecados foi o que possibilitou a criação do ser-humano. O Cheque foi descontado no calvário!
Ou seja. Existimos, nos movemos, enfim, vivemos em um universo sustentado pelo sacrifício. É pelo sacrifício de uma mãe no trabalho de parto que nasce uma criança...
Geralmente o melhor vem, depois de sacrificarmos o bom! Vendemos um carro bom para comprar um melhor. Saímos da comodidade do aluguel para o desafio da casa própria...
Diga para a pessoa ao seu lado: ‘Você está aqui, porque Jesus se sacrificou por você’. Agora diga: ‘Para você estar aqui hoje, pessoas se sacrificaram por você’!
Admita você ou não, você existe porque Jesus morreu na cruz por ti!
Queira você ou não, está aqui hoje como resultado do sacrifício de muitas gerações antes de ti!
‘Mas o que você está querendo dizer com sacrifício pastor’? Sacrifício é quando algo morre em nós, para nós, ou através de nós e isso dói, com um fim proveituoso.
‘Pastor, mas Jesus não é o único sacrifício aceito para perdoar pecados Hb 10.12’! Sim! ‘E não diz a Bíblia que obedecer é melhor do que sacrificar (1Sm 15.22)’? Sim, sim, diz! Jesus é o único sacrifício aceito para perdoar pecados e obedecer é melhor do que sacrificar, mas não diz que não se deve sacrificar! Veja o que Paulo diz: “Agora, me regozijo nos meus sofrimentos por vós; e preencho o que resta das aflições de Cristo, na minha carne, a favor do seu corpo, que é a igreja” Cl 1.24.
Paulo fala de sofrer no corpo, completando as aflições de Cristo pela Igreja!
Irmãos que vida sem sentido uma vida sem sacrifício. Não consigo entender que uma pessoa por quem Jesus morreu naquela cruz queira viver pra si mesma!
Jesus pra te salvar morreu na cruz, pessoas para te ensinarem o caminho, abriram mão de horas de seu precioso tempo...
Qual o sentido de sua vida? Nascer, crescer, estudar um pouco, trabalhar, construir uma casa, ter filhos, conversar, comer, dormir e morrer... Isso é vida? Pra mim não serve!
Trabalhar, trabalhar, pra dar um ‘futuro melhor’ para os filhos e depois ficar velho, dizer que o mundo mudou, que tudo era melhor antes, cansar de não fazer nada e enfim morrer... Isso é vida? Pra mim não serve!
Que sentido tem a tua existência se você não se sacrificar por algo que valha a pena?
Qual a vantagem de ficar em casa, em casa, em casa, olhando novela, comendo, dormindo, cuidando da casa, vendo filmes e novelas? Que vantagem há ficar no serviço, trabalhando e trabalhando para ganhar um dinheiro que vai precisar ser ganho novamente no mês seguinte?
Tudo isso é necessário, mas é apenas pano de fundo para nossa missão maior, de nos sacrificarmos pela Igreja de Jesus! De nos sacrificarmos para ganharmos vidas e cuidar bem delas.
Sabe meu querido, nós, teus pastores, poderíamos trabalhar 4 horas cada um por dia na obra. Humanamente seria nosso direito. E depois cuidar de nossos negócios para ganharmos mais dinheiro, e depois ficar passeando, dormindo, relaxando... Poderíamos não trabalhar a cada feriado e tantas outras coisas... Mas nós sacrificamos nosso tempo de ganhar dinheiro, para que você não vá para o inferno. Nós sacrificamos nosso tempo de assistir filmes e noticiários, para que você possa ser um cristão vitorioso. Sacrificamos até mesmo um pouco de nosso tempo de namorar e até mesmo um pouco do tempo de cuidar da saúde, para que vocês se tornem cristãos vitoriosos e sadios. Abrimos mão de dormirmos em nossa cama, abrimos mão de estar à noite em casa, como quase todas as famílias estão. Em todo tempo, em cada minuto, nossa mente é ocupada por uma oração em favor de algum de vocês. Porque por mais que nos doa, nosso desejo é nos sacrificarmos por vocês, para que vidas sejam ganhas, para que almas sejam arrancadas do inferno, limpas, santificadas e edificadas até a plena estatura de Cristo Jesus.
Mas quando vemos alguma dessas ovelhas que são vocês, caindo em pecado, perdendo tempo com coisas que não vão levar a lugar
 algum, nosso coração dói. Cada vez que vemos nossos amados filhinhos, inventando fofocas uns dos outros e brigando por coisas inúteis, nos pomos de joelhos diante de Deus e choramos por vocês. A cada domingo que um dos filhinhos não volta pra casa, a cada domingo que um de vocês não aparece aqui, nos fazemos de fortes, mas ao chegarmos em casa choramos e sentimos muita dor ao ver vocês se perdendo.
Sonhamos em poder dar comida sólida, em leva-los a maiores alturas... Mas sofremos e sofremos a cada dia ao ver que muitos são os que abandonam os fundamentos.
Oh filhos meus. Oh ovelhas minhas. A cada dia temos morrido um pouco para que vocês possam viver!
Quanto do teu precioso tempo de ficar em casa descansando você tem sacrificado para estar no Culto, no TADEL, na Célula, em discipulados, vigílias?
Já sacrificou a final de um campeonato de futebol por amor ao Senhor?
Já sacrificou teu programa de televisão, teu filme ou novela para derramar lágrimas por teu casamento que está indo por água abaixo? Já deixou de comer seu amado churrasco para interceder por um jovem que está fraco!
Já abriu mão de usar sua língua para fazer fofoca para usá-la para interceder por aquele que caiu?
Neemias abriu mão da segurança do palácio real para reconstruir um muro em volta de Jerusalém! E você, já abriu mão de um emprego porque não tinha mais tempo para orar? Moisés abriu mão do palácio real do Egito para libertar um povo e você já abriu mão de fazer uma hora extra para ir atrás de algum perdido? Barnabé doou seu terreno valiosíssimo em Chipre para que os pobres de Jerusalém tivessem o que comer e você já doou um quilo de alimento? Mateus deixou seu cargo de funcionário público do império para ser discipulado pelo carpinteiro... E você fica arrumando tantas desculpas para não ser discipulado?
Lc 3.8 Produzi frutos dignos... Não digam: “Nosso pai é Abraão”. Existem promessas que recebemos mediante a graça e outras que temos a honra, através da graça de conquistar com nosso trabalho sacrificial.
Existem sim coisas que ganhamos mediante a fé, como o perdão dos pecados, a salvação... Porém, frutos devem ser produzidos. Se recebo algo pronto não preciso produzir. Para produzir é necessário, esforço, dedicação, empenho, sacrifício!
Sacrifique sua comodidade e procure um discipulador. Sacrifique sua comodidade e evangelize. Sacrifique uma hora de teu serviço e procure um discipulador. Sacrifique a comodidade da célula e esforce-se pelo desafio de multiplica-la.
Poderíamos ter continuado na comodidade de ser uma igreja tradicional, sem discipulado, células e multiplicação. Mas o Espírito Santo trabalhou no coração de homens de Deus como o Pr. Mário, Pr. Samuel, Pr. Daniel e Pr. Luiz para que voltássemos a viver os princípios Bíblicos, uma vida sacrificial de discipulado íntimo, de avivamento por amor!
QUAL O ISAQUE QUE VOCÊ TEM PARA OFERECER HOJE? Gn 22.14



[i] “Sentiu Davi bater-lhe o coração, depois de haver recenseado o povo, e disse ao Senhor: Muito pequei no que fiz; porém, agora, ó Senhor, peço-te que perdoes a iniqüidade do teu servo; porque procedi mui loucamente... 18Naquele mesmo dia, veio Gade ter com Davi e lhe disse: Sobe, levanta ao Senhor um altar na eira de Araúna, o jebuseu. 19Davi subiu segundo a palavra de Gade, como o Senhor lhe havia ordenado. 20Olhou Araúna do alto e, vendo que vinham para ele o rei e os seus homens, saiu e se inclinou diante do rei, com o rosto em terra. 21E perguntou: Por que vem o rei, meu senhor, ao seu servo? Respondeu Davi: Para comprar de ti esta eira, a fim de edificar nela um altar ao Senhor, para que cesse a praga de sobre o povo. 22Então, disse Araúna a Davi: Tome e ofereça o rei, meu senhor, o que bem lhe parecer; eis aí os bois para o holocausto, e os trilhos, e a apeiragem dos bois para a lenha. 23Tudo isto, ó rei, Araúna oferece ao rei; e ajuntou: Que o Senhor, teu Deus, te seja propício. 24Porém o rei disse a Araúna: Não, mas eu to comprarei pelo devido preço, porque não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que não me custem nada. Assim, Davi comprou a eira e pelos bois pagou cinqüenta siclos de prata. 25Edificou ali Davi ao Senhor um altar e apresentou holocaustos e ofertas pacíficas. Assim, o Senhor se tornou favorável para com a terra, e a praga cessou de sobre Israel”.

A Ceia hoje

O que a Santa Ceia nos ensina hoje? Nessa celebração, nos fazemos corpo de Cristo. Compreenda o que acontece espiritualmente nessa celebração.

Baixar mp3: mediafire 4shared

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...