A capa de Gideão

“Gideão usou o ouro para fazer um manto sacerdotal, que ele colocou em sua cidade, em Ofra. Todo o Israel prostituiu-se, fazendo dele objeto de adoração; e veio a ser uma armadilha para Gideão e sua família”. Jz 8.27
Israel, o povo de Deus no Antigo Testamento, chegara em um época muito conturbada. A era dos juízes. Nesse período, o povo vivia em oscilações de comunhão com o Senhor, paz e prosperidade, em contraste com tempos de apostasia, idolatria, fome, medo e dominação. De tempos em tempos, o Senhor escolhia homens especiais e sobre eles colocava uma unção especial para libertarem o seu povo e o trazerem de volta à verdadeira adoração!


Baixar mp3: mediafire 4shared
Em destes tempos, o Senhor chama um homem chamado Gideão! Os hebreus haviam feito para si esconderijos em cavernas. O povo tinha se desviado do Senhor e em rebeldia, saído de debaixo de sua cobertura e proteção. Por isso, muitos povos os atacavam, destruindo e saqueando até mesmo os alimentos.
Jesus então aparece para Gideão e o chama! No começo, Gideão se mostra um homem muito humilde. Gideão em obediência ao Senhor, derruba a imagem de Baal. Os homens daquela região descobrem e o apelidam de Jerubaal. Ou seja, Gideão passa a ser conhecido como o inimigo de Baal, inimigo da idolatria, inimigo de tudo aquilo que se oponha ao Senhor!
Gideão organiza um exército, enfrenta o inimigos do povo e os vence. Alguns do próprio povo ficam sentidos por não terem sido chamados para a guerra. Gideão com mansidão contorna a situação, apazigua aqueles homens e continua a vencer.
Todos começam a perceber que Gideão tem unção do Senhor para liderar. Estão felizes com os resultados de sua campanha. Porém, Gideão rejeita. Nem ele nem seus filhos deveriam dominar sobre o povo. Pede apenas para si, uma recompensa. Gideão pede para si os enfeites dos ismaelitas e midianitas. Brincos e colares.
E com isso, faz uma estola, um manto sacerdotal que acaba se tornando uma objeto de idolatria e desvio para Israel e todo o povo.
Que história é essa? Gideão, o grande juiz se desviou? Sim, Gideão, o humilde e pacificador juiz de Israel se tornou um idólatra. Como isso pode acontecer?
Demônios rancorosos: Amados, os demônios são rancorosos. Uma vez que nós os vencemos em uma área de nossas vidas, eles farão tudo que estiver ao alcance para nos envergonhar justamente ali onde testemunhamos. Então não devemos testemunhar? Claro que devemos. Se você não testemunha o Diabo ficará mais feliz ainda por ver você com medo dele! Devemos testemunhar sim, mas testemunhar e vigiar! Gideão ficou conhecido como Jerubaal, o inimigo de Baal, um demônio. Porém, anos mais tarde, acabou fazendo prostituição espiritual ao usar um manto sacerdotal como uma relíquia, como um objeto místico e milagroso.
Humildade condicional: Gideão sem dúvida foi um homem muito humilde. Porém, acaso não teria sido o desejo do Senhor que Gideão liderasse o povo? Não teria sido esta falsa humildade? Muitas vezes pecamos por uma falsa humildade. Nos mostrando incapazes de algo que o Senhor nos fez capazes.
Primeiro Gideão não se achava capaz de liderar, mas após algumas vitórias e conquistas, já se acha no direito de pedir uma recompensa... E depois? Por que muitas pessoas começam humildes mas com o passar dos anos começar a se achar “as tais”? Perdem a humildade e a capacidade de servir?
Objetos consagrados: O que vou falar agora muitas pessoas acham bobagem. Porém, o que Gideão pediu para si era objetos consagrados a outros deuses. Muitos povos, assim como ainda hoje, usavam brincos e colares como símbolos de uma aliança com seus deuses. Gideão pega aquilo tudo para si.
O que temos colocado para dentro de nossas casas? Consagração é uma coisa séria!
A congregação deve cuidar de seus líderes: Todo aquele povo era conhecedor das leis do Senhor. Por que ninguém falou para Gideão que estava pecando?
Idolatria, um perigo iminente: Não pense você que idolatra é somente aquele que se dobra diante de uma imagem. Em 1Sm 15.23 vemos que o orgulho (soberba) é como o pecado da idolatria. O orgulhoso de julga um deus, adora a si.
Jerubaal nunca planejaria tornar-se um idólatra. Hoje cristãos tem adora óleo da unção, lenços, fotos, dvd´s. Até Bíblias! Deixando sua Bíblia aberta achando que vai liberar bons fluidos... Usando ela como um amuleto dentro do carro mas sem lê-la, sem usá-la..
O pior parece bom: A estola sacerdotal era algo no cenário de fé dos judeus. Era um objeto usado para cultuar ao Senhor. Porém, estava no lugar errado e nas mãos da pessoa errada. Gideão era de Manassés e não de Levi. Estava metendo o nariz onde não fora chamado. Tudo isso foi de forma sutil... Sutilmente Gideão foi se desviando...

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...