A cruz inclinou


A cruz está torta
Deitei-me à sua sombra
O solo ao redor virou
Minha horta.

Está torta
O chão cedeu
Pois está encharcado.
Ali por mim, Ele morreu.

Inclinou, a cruz.
Seu ângulo mudou
Pois ali meu Jesus
Tanto me amou.

Molhado está o chão
Regada está a semente.
Quando florescerão,
Os sonhos deste crente?

Minhas lágrimas molharam
O solo debaixo da cruz.
Para os lados olhava
Onde está meu Jesus?

Um jardim floresceu
Debaixo daquela cruz
E renasço eu
Junto com meu Jesus.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...