Caminho da Graça

      Moisés estava no calor do dia-a-dia (Lv 10). Ou como está na moda falar hoje, ele estava na ‘correria’. Quem me conhece sabe que este estilo de vida não me serve. E nem me venha dizer que é inevitável porque o é! Nosso dia apenas se torna ‘correria’ em consequência de nossas decisões, raríssimas são as exceções. Estava com o espírito agitado, seus sobrinhos tinham acabado de morrer por levar fogo estranho ao altar. Só isso já daria muito ‘pano pra manga’. Poderíamos falar de maçonaria na Igreja, do crescimento das ciências auxiliares em contraponto a Palavra de Deus e assim por diante.
Quero deter-me na agitação de Moisés. Estava tão perturbado com os acontecimentos que ao ver que Arão não tinha cumprido uma de suas obrigações legais ficou indignado! Além disso, não tinha nem mesmo permitido Arão lamentar a morte dos filhos como era de costume! Moisés, homem de Deus, estava estressado, cansado, irritado. Seu ministério que também era sua profissão o levara a um nível de tensão e desgaste que já estava com dificuldades de perceber o lado humano. Logo ele, que ‘convenceu’ Deus a perdoar o povo e não eliminá-los de um todo. Agora, desgastado, enxergava apenas a lei e não o motivo pelo qual fora instituída. A lei não era um fim em si mesma, mas sim, um mecanismo pelo qual Deus abençoaria aquele povo. A lei existia por causa do povo e não ao contrário.
Nós, teólogos, professores de EBD, blogueiros, pastores, mestres e todos mais que se dedicam a apologia e ensino das Escrituras não podemos jamais usar a Palavra para oprimir o povo. Não podemos fazer com que a ‘igreja’ (que nesse sentido é religião) oprima as pessoas. Quando nos fixamos a uma ortodoxia dogmática, estamos lançando outro jugo sobre o povo, não o de Jesus (Mt 11.28). Jesus sabia que as pessoas precisavam ser libertas e não de mais cadeias...
Se a ‘correria’ dos ministérios e das agendas, nos fizer esquecer o humano estaremos em consequência pecando contra o divino. Moisés ainda compreendemos, afinal era um legislador. Nós, porém somos o povo da graça. Existe muita gente infeliz por causa do fardo da religião. E existe muita gente ‘duas caras’ por causa do fardo da religião.
Jesus, liberte-nos da insana ‘correria’ do mundo, liberte-nos do fardo da religião e nos ensine o teu caminho de Graça e Amor.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...