Avivamento da vassoura

     Estava varrendo a casa hoje pela manha e comecei a meditar na salvação. Divaguei por alguns instantes ao ver aquela fina poeira sendo ajuntada pela vassoura e recolhida pela pazinha. Convenhamos que este não é um cenário muito poético, todavia, é ideal para falar do amor de Deus que nos perdoa e limpa.
Podemos pensar em nosso coração como uma casa, cheia de tranqueiras e sujeira, quando nos convertemos o que o Espírito santo faz? Uma faxina? Não! Ele coloca fogo na casa e queima tudo, poucas coisas resistem à purificação do fogo ardente. Então Jesus o carpinteiro constrói um casa nova. Passamos a morar nessa casa e com o tempo, novamente estamos com ela suja e cheia de tranqueiras, inutilidades, não tem mais espaço para abrigar ninguém, não conseguimos amar como no começo, pois, a casa está cheia de objetos que gostamos, porém, inúteis ao que de fato interessa.
Então abrimos a Palavra e um forte vendo sai dela. O Espírito Santo faz uma faxina, deixa tudo brilhando. Ficamos espantados e lembramos como é gostoso o ‘cheirinho de limpeza’. Mas, o que é isso? Olhamos pela janela e vemos nossos precisos objetos, Ele os colocou na lixeira! Ficamos até um pouco tristes no começo, mas, logo percebemos que a vida é melhor sem eles.
O Espírito Santo nos leva a meditar na vida de Jesus e percebemos que precisamos varrer a casa todo dia. “Ah, mas quem sabe hoje não? Nem está tão suja”. “Varra meu filho, varra”. E que grande surpresa! O belo piso que parecia tão brilhante, continha sobre si uma fina camada de poeira! E por mais cuidado que tomemos sempre a poeira estará ali! Porém, varrendo todos os dias, a grande faxina será necessária a intervalos mais longos do que se tal limpeza leve não fosse realizada diariamente. Logo, conclui-se que precisamos diariamente estar diante da presença de Deus, deixar que Ele limpe nosso coração, admitirmos que por mais cuidado que tomemos; pecamos. Precisamos de seu perdão e misericórdia! Necessitar semanalmente de uma faxina completa não é mérito, é relaxamento! Se dia após dias abrirmos as portas e janelas diante do Senhor para que nos limpe. Se dia a dia nos dedicarmos e ‘batermos os pés’ para que não entre sujeira em nosso coração, então estaremos vivendo em avivamento. Por que muitas pessoas correm de um lado para o outro atrás de grandes experiências com Deus? Porque não vivem diante de Deus no cotidiano! Precisa de faxina pesada toda semana porque deixam entrar em seu coração tudo que é porcaria, sem o menor esforço para não sujar a casa. Deixam tudo fechado em dia de sol e tudo aberto em dia de chuva. Abrem a noite para que entrem os insetos, fecham durante o dia para que não entre a brisa. Aí reclamam porque sentem grudar nos pés a sujeira e o cheiro de mofo lhe impregnar as narinas... Aí se impressionam ao sentir o cheirinho de limpeza na vida dos outros...
Avivamento é o estilo de vida do cristão nascido de novo. Bem como limpeza, a necessidade de toda casa.

Imagem por: Elson Souto

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...