O Reflexo

         Um homem a beira do poço. Está com sede. Inclina seu corpo e seus olhos avistam para dentro do poço. Ali pode avistar água. O que mais será que pode ver? Vê Deus! Sim, este homem ao olhar para dentro do poço de Jacó, não vê Jacó, porém, vê o criador de todas as cosias emoldurado entre o azul do céu e o branco das nuvens.
Uma mulher chega e espia para dentro do mesmo poço, o poço de Jacó. Ali não vê Deus, mas sim uma mulher envelhecida, destruída pelo diabo, emoldurada pelo mesmo céu azul e pelas mesmas nuvens brancas... Mas, a esta, em tom melancólico.
O que vira Deus dentro do poço pede água á mulher que ali encontrara o diabo. Ela não pode lhe dar daquelas águas. Porém o homem a exorta: “Se soubesse quem Eu Sou, me pediria água”... Ora que água poderia dar este homem sem balde e corda?
Se aquela mulher simplesmente olhasse para dentro do poço juntamente com Ele, veria que Deus estava ao seu lado, pronto para ajuda-la!
O que você tem visto quando olha para dentro do poço de Jacó? O poço de Jacó é o poço do engano. Se olharmos para dentro dele veremos que não existe mais esperança para nossas vidas e que tudo ao redor é tristeza e enfado. Mas se para dentro deste poço, olhamos com Cristo ao nosso lado, veremos que existe muita vida, vida além das nuvens, uma eternidade de glórias que começa no dia chamado hoje. O dia em que um judeu vence a barreira do ódio e oferece vida a uma samaritana. O dia em que Cristo, odiado dos homens, amado de Deus, vence a barreira do ódio e oferece a oportunidade de união entre o terreno e o celestial, vida eterna a homens mortais.
Olhe para dentro do poço de Jacó, mas olhe com fé de que Cristo está ao teu lado e batizado nestas águas, deixarás lá no fundo o trapaceiro Jacó e andarás com aquele que é Fonte de Águas Vivas.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...