Quem não entrará?

     Analisando as escrituras, encontramos alguns textos que deixam bem claras algumas questões. Por exemplo: Quem não entrará no céu? Isso cabe a Deus julgar. Porém existem vários versículos que nos dão entendimento a respeito desta questão. Hoje quero me deter em um versículo de apocalipse.
“Mas os covardes, os incrédulos, os depravados, os assassinos, os que cometem imoralidade sexual, os que praticam a feitiçaria, os idólatras e todos os mentirosos – o lugar deles será no lago de fogo que arde em enxofre. Esta é a segundo morte”. Ap 21.8.
Tenho seguidamente insistido que precisamos pregar um evangelho completo as pessoas, pois Jesus veio para termos vida e vida em abundância. De modo inverso, Satanás não deseja apenas trazer morte eterna, mas, tormento grandioso já nesta vida.
Os covardes vivem já nesta terra em constante ansiedade e falta de paz. Medrosos, deixam-se levar pelo mundo, sem coragem para confrontar o inimigo. Eles baixam a cabeça para tudo, sofrem e apenas dizem que “a vida é assim mesmo”...
Os incrédulos não podem ter paz ou segurança alguma. Sua vida é um tormento. Não existe sentido para sua existência pois não creem. E se não creem só lhes resta viver pela força de seus próprios braços e contar com suas míseras forças. Todo tempo que tem é o agora, pois não enxergar existência pós-terra.
Os depravados e os que praticam imoralidade sexual, são infelizes, porque jamais ficam satisfeitos, são como um saco furado que nunca enche. Qual animais, andam de uma lado para o outro procurando o melhor pedaço de carne. Não tem governo sobre si mesmos, guiados por seus próprios extintos são meramente morada de demônios e sua vida é miserável.
Contra os assassinos, clama dia e noite o sangue dos inocentes. E como existem assassinos. Desde o marido que anula a existência de sua esposa como se fosse mero objeto, até o alto empresário que explora seus funcionários. Matam, destroem, odeiam. Não existe lugar onde possam estar tranquilos, pois tudo lhes persegue.
Os que praticam feitiçaria, não desfrutam de vida própria, são transformados em meras marionetes das entidades a quem servem e além de não viverem esta vida, também morreram a próxima morte. Sua vida é medo e tristeza. Os idólatras de modo semelhante, são escravos dos demônios que adoram.
Por fim, os mentirosos. E neste grupo se enquadra todo tipo de gente. É gigante o número dos mentirosos, espalhados até mesmo dentro das igrejas.
O que nos resta? Deixar que a misericórdia do Senhor nos alcance e mova nosso coração na direção desta maioria mundial. Precisamos amá-los e quebrar as algemas que os prendem. Se nosso coração não se compadece deles, possivelmente é porque nos mesmos fazemos parte desta lista... Isso é assustador.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...