Mais de 6 mil estudos Bíblicos!

Mais de 6.000 estudos disponíveis para download gratuíto. Basta fazer o cadastro AQUI. Caso não consiga efetuar o donwload no link anterior, clique AQUI.

Novidades da África


Segue mais notícias do Pr. Silmar Wilbert que está na África. No final, segue esse link para uma carta muito bem elaborada contando como está sendo o trabalho e também com fotos. Segue a carta:

Bom dia amados irmãos. Paz!
Espero que esteja tudo bem com vocês, esta tem sido nossa oracão.

Irmãos, devido as ferias de inverno na escola na África do Sul, decidimos na semana passada, eu e o Dereck, vir até a Namibia para rever os irmãos da igreja e também para dar um apoio aos trabalhos em andamento. Estamos tendo um ótimo tempo de pai e filho, filho e pai, como a muito tempo não tinhamos. Um tempo de qualidade que Deus esta nos proporcionando. Desde quinta feira estamos aqui na Namibia para reuniões com os lideres das igrejas e o Dereck esta tendo um bom tempo com os amigos dele também. Amanhã ele vai aprender a lavrar, usando os bois.
Hoje finalmente foi feito a entrega do restante do material da construção para o templo nos Kwangalis e se tudo correr bem, até o final da semana que vem vamos ter o telhado concluindo. Depois mando fotos.
Nossa visita na favela do DRC em Swakopmund, Namibia, foi uma bencão. Quinta feira a noite tivemos temperaturas abaixo de zero no deserto e hoje pela manha eu pude entregar mais 52 cobertores para as familias mais carentes e as panelas na creche. Mais uma vez, muito obrigado por nos ajudar neste trabalho de misericórdia.
Estejam orando conosco, para Deus nos abrir uma porta com uma tenda nova para evangelismo. Nossa tenda aqui na Namibia esta velha, feia e com muitos buracos. Na verdade ela esta no fim. Durou muitos anos e milhares de pessoas puderam ouvir de Jesus Cristo nos trabalhos da tenda. Dia 17 de Junho foi meu aniversário e dia 14 de Julho vai fazer 23 anos que me converti ao Senhor Jesus e esta tenda vai ser um grande presente.
Deus abencõe vocês em tudo. Orem pelos cultos amanhã na tribo dos Kwangalis.
Grannnnnnnde abraco, com carinho,
Silmar e Dereck Wilbert

PS..... Anexo vai a carta relatório (download) que preparamos para você na semana passada.

A Poesia de Deus

IS 60.1-2 “Dispõe-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do Senhor nasce sobre ti. Porque eis que as trevas cobrem a terra, e a escuridão, os povos; mas sobre ti aparece resplendente o Senhor, e a sua glória se vê sobre ti”.

Para alguns, este texto fala do final do exílio, para outros, da vinda de Cristo e ainda para alguns, fala-se a respeito das ultimas coisas. Respeito às posições e sei também que alguns fazem uma mescla. O que desejo hoje não é interpretar exegeticamente o texto, mas extrair dele princípios.

Veja que figura interessante. Primeiro é dito “dispõe-te” e depois “resplandece”. Essa é a ordem natural das coisas. Primeiro uma disposição para depois uma ação. Entretanto, resplandecer é uma atitude conseguinte ao esplandecer. Como reluzir ao luzir. Uma careca reluzente é uma careca que brilha por causa da luz recebida. Uma espada resplandecente só o é por causa do esplendor de algo. Todavia uma espada enferrujada não pode brilhar.

Deus deseja que resplandeçamos o Seu esplendor. Que como a lua, mergulhada em meio à escuridão, possamos trazer luz, refletindo a Glória de Deus através de nossas vidas em um mundo que jaz em trevas (1Jo 5.19). Dispor-se é a reação correta em relação ao Esplendor de nosso Deus. Resplandecer é a consequência de quem se dispõe e age, ou seja, resplandecer é a consequência da obediência, do relacionamento com o único que possui luz em si próprio. Quando olhamos para um pássaro cantando na árvore, vemos a glória de Deus resplandecendo. O pássaro está no lugar certo fazendo a coisa certa, aquela que Deus deseja. Quando você e eu não nos dispomos e obedecemos, quando nos estribamos em nossa própria vontade, nos colocamos abaixo da criação. Então que nos disponhamos. Que simplesmente nos rendamos a Cristo em nós (Cl 1.27) e a Glória do Senhor se possa ver sobre nossas vidas. E como é Cristo em nós? É como a lua resplandecendo o esplendor do sol em meio à escuridão da noite, é como o pássaro cantando sobre a árvore, é como o rio descendo o morro... É tudo do jeito de Deus, a Vontade de Deus, a Palavra de Deus... É Jesus em seu sacrifício sustentando a vida, a beleza e a poesia do existir, que, a saber, tem um título, um título comprido: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Jo 3.16.

O Brilho da Graça

Assim como para haver sol à meia noite é preciso uma inclinação específica da Terra em relação ao Sol; assim as trevas em nossa vida sessarão quando a nossa inclinação em relação ao Pai for à de Cristo e não a de nossa carne.

Assim como para o sol despontar em meio a noite é preciso uma inclinação específica, assim também para que nossas trevas sejam irrompidas pela Luz é preciso que abandonemos nossas próprias inclinações nos submetamos as de Jesus.

Ainda pensando alegoricamente:

O pecado é insignificante ante o Emitente, pequeno em relação ao receptor, mas, entre estes eclipsa a luz.

A saber...

Onde o Emitente é Deus, a emitida é a graça, a lua é o pecado e o receptor o ser humano. O pecado esconde a graça do homem (Is 59.2), mas como a lua, sua sombra não encobre o homem inteiro, a isso, chamamos graça comum, o Sol que nasce sobre bons e maus (Mt 5.45).

Sim à vida!

Ama-se e odeia-se
Tão facilmente
Como se deseja e rejeita-se.

Pobre sociedade...
Rejeita as crianças,
Envolve-se em maldade,
Apoquenta as lembranças

Oh! Ser oprimido,
Ser iludido pelas luzes.
Luzes do mundo.
Antes fosse A Luz.

Quer paz,
Dão-lhe interatividade.
E querendo mais,
Dizem ser coisa da idade.

Pequeno corpo
Grande potencial.
Para que suborno,
À um garoto legal?
Pois se diz:
– Faça isso e te dou aquilo.

Ao infante pedem a verdade,
Enquanto contam histórias mentirosas.
Se fossem sobre A Verdade,
Seriam ditosas.

Ah! Menino.
Não olhes triste
Não abandones o tino!

Ah! Menina.
Não percas a graça
Não te prostituas nas praças!

O que resolve?
Desamor,
Ninguém se envolve.

Feto morto,
Por trás
Corre dinheiro solto.

Zigoto da vida,
Por que te matam?
Pequeno ser
Por que te maltratam?

Porque se estuda a vida
E rejeita-se o lar?
Sem o ninho,
Nascerão loucos!

Agradecimentos da África.

Agradecimentos da família Wilbert à ajuda recebida. O pedido foi feito nesta postagem.

"Olá amados irmãos, boa tarde. PAZ!

Quero apenas mais uma vez agradecer por tudo que vocês tem nos ajudado. MUITÍSSIMO OBRIGADO. Nosso Deus e um Deus de luxo e muito Bondoso. Fomos comprar um fogão e ganhamos um forno de micro-ondas de brinde. Planejamos comprar 100 cobertores e nosso Pai Celeste providenciou 162 cobertores. Deus e muito bom e Fiel! Não tenho palavras para lhes agradecer por todo o carinho e atenção. gostaria de poder mostrar para vocês a alegria das crianças em receberem um cobertorzinho. Sobraram alguns cobertores e doamos para os desempregados também.

Silmar e Ana Rute Wilbert"

Pai nosso - parte II

Segunda parte da meditação sobre o “Pai Nosso”. Você pode ler a parte anterior clicando AQUI.

Venha o teu reino. Pedir que algo venha é admitir primeiramente que não está no local onde se encontra o pedinte. Pedir que um reino venha, é invocá-lo sobre si mesmo. Cristo é o Rei isso é fato. Entretanto, nosso coração rebelde muitas vezes não se submete a esse rei. Um reino têm súditos. Venha o teu reino é o clamor de corações que admitem que se bandearam para o lado de um usurpador. Venha o teu reino, é o clamor de corações que tentaram viver do seu jeito, segundo suas leis, seu egoísmo, suas forças... E fracassaram. Mas, venha o teu reino também é o clamor daqueles que “venceram” segundo vitória deste mundo. O clamor de pessoas que cresceram, conquistaram, “subiram” e depois viram que tudo isso não valia nada.

Venha o teu reino, porque o nosso motim fracassou. Tentamos criar nossas políticas sociais, nossas normas clericais e falhamos. Tentamos criar religiões para preencher nosso vazio, mas elas apenas pioraram as coisas. Chega, não agüentamos mais viver nesse regime separatista, por favor, que venha o Teu Reino!

Venha o eu reino nos chama a atitude. Ora, nada mais é nosso, é tudo do rei. Então não existe mais espaço para divisões e autopromoção. O que nos importa é que o nosso Rei seja reconhecido entre as nações.

Interessante que durante a copa, todo mundo vira técnico e todos querem promover sua seleção. Vestimos a amarelinha, e dizemos que nossa seleção é a melhor. Torcemos e gritamos. Quando dizemos “venha o teu reino”, também dizemos “usa-me”. Pertencer a um reino restabelece a unidade.

Faça-se a tua vontade é conseqüência ativa. Dizemos “venha o teu reino” e agimos de acordo com o desejo do Rei. Que Deus nos abençoe e que venha o Reino do Senhor.

Não perca as próximas mensagens desta série. Cadastre-se AQUI e receba atualizações por e-mail.

Pai nosso - parte I

Jesus continuava ensinando de maneira majestosa. E resolveu ensinar também sobre oração. Após advertir sobre o perigo de orar por ‘status socioreligioso’, Ele entra no assunto da maneira mais prática: orando. Começamos hoje uma série de estudos sobre o "Pai Nosso". Contamos contigo nessa caminhada.

Pai. O relacionamento de quem ora deve ser de filho para Pai. Um bebê com suas fraldas sujas não teme olhar para seus pais e dizer: “Cocô”! Entretanto, muitos cristãos quando caem, não buscam a mão do Pai para levantar, ficam com vergonha de sua sujeira.

Quando descobrimos a maravilha do relacionamento pai-filho, conseguimos nos achegar ao colo do Senhor, sentir o seu abraço, o seu carinho... Brincar com Ele. Eu costumo perguntar a grupos de jovens: Você dança com Jesus? E a resposta sempre é “não”! Talvez se eu fizer essa pergunta a adultos, vão dizer que sou um blasfemo. Enfim, não falo do dançar destes shows que tem por ai, falo de estar, sozinho onde ninguém mais te vê, cantar louvores e rodopiar na presença do Papai... Enquanto não existir o aprofundamento da relação Pai-filho todo o restante da oração estará comprometido, porque daqui para frente, Jesus fala sobre reino. E quem tem dificuldades de ver Deus como Pai, pode vê-lo distorcido na figura de um Rei distante. Por isso: Pai!

Nosso. No Cristianismo, não existe espaço para o individualismo. O Pai é nosso! Em Cristo, fomos adotados por Deus Pai e agora somos uma família. Lembro-me de que em minha adolescência, eu gostava de usar a vara. Literalmente. Bati em discípulos e até na minha irmã. Até que meu pastor me ensinou, que a disciplina com vara deveria ser aplicada, mas pelos pais, não pelos irmãos! Pequeno detalhe esse né? Tem muito crente fustigando o irmãozinho com vara, ao invés de deixar isso para o Pai ou para os pais (no sentido de liderança, autoridade). Ele é Pai e é nosso Pai. Somos uma família.

Estás nos céus. Agora complicou. Se Ele é Pai e está nos céus... Por que ainda estamos na terra? Podemos seguir várias linhas de pensamento aqui. Mas prefiro pensar que se refere à sublimidade de nosso Senhor. Embora no Espírito Santo Ele habite em nós, está nos céus. Ele é superior a tudo e todos. Nada pode contê-lo. E se o pai é do céu, os filhos também. Quando afirmarmos que nosso Pai está nos céus, afirmemos para nós mesmos que não podemos mais viver como terráqueos e sim como celestiais.

Santificado seja o teu nome. Como pode um Deus plenamente Santo, além de todas as medidas e dimensões ser santificado? Não pode! Independente da existência do universo, Deus é Santo. Entretanto, muitos ainda não o conhecem e para estes que permanecem na ignorância, a santidade de Deus é desconhecida. Logo, santificar o Nome do Senhor é expandi-lo até aqueles que ainda o desconhecem. Assim, quando agimos bem como filhos, santificamos o nome do Pai, pois levamos o conhecimento de Sua santidade àqueles que ainda não o conheciam. Isso não muda a Santidade de Deus, mas muda o conceito de santidade das pessoas. O nome de Deus não é santificado em relação a Ele próprio, mas a nós seres humanos. Nós somos filhos e carregamos o nome do Pai. Se agirmos mal, as pessoas hão de relacionar isso com o nome do Pai. Se agirmos bem, o nome do Pai será santificado. A santificação do nome do Pai é relacionada apenas a conceitos humanos, porque é impossível que se aperfeiçoe o que já é completamente perfeito...

Não perca a continuação! Inscreva-se AQUI e receba atualizações por e-mail!

Doe cobertores...

Olá queridos irmaos. PAZ.
Aqui na África do Sul esta fazendo muito frio. O inverno veio bastante rigoroso em toda a região.  Na Namibia está fazendo temperaturas muito baixas também. Queridos, eu sei que sou muito PIDAO, mas hoje, falando com os irmãos que estão cuidando das creches, lá na Namibia e também aqui em Uitenhege perto de Port Elizabeth, chegamos a conclusão que não dá mais para protelar e preciso abrir meu coraçao sobre esta necessidade.  Seguinte:  Nos precisamos comprar 100 cobertores com urgência e duas panelas grande para fazer as sopas, uma para cada lugar.  O fogão que foi doado para nos esta muito, muito velho e precisamos de um novo, para evitar surpresas desagradáveis.  Com isto, qualquer ajuda, qualquer valor, vai ser uma grande benção. Cada cobertor custo hoje no atacado US$ 8.00 (oito Dólares)  as panelas de ferro grandes custam, US$ 52,00  (cinquenta e dois Dólares. Já o fogão custa 390,00 (trezentos e noventa Dólares).  As vezes não dá para evitar de ser PIDÃO. Hoje acordamos com muito frio por aqui e a temperatura deve baixar ainda mais até o final da semana.
Deus abençõe vocês. Com saudades, Pr. Silmar e Ana Rute Wilbert.
Bradesco
Ag: 3145 - 3
C/C: 774 951 - 1
Silmar Artur Wilbert

Dia do Pastor

Obs.: Mensagem publicada 12/06/10 por Renato Vargens
Neste domingo boa parte da igreja evangélica comemorará o dia do pastor.
Pois é, como já escrevi inúmeras vezes o ministério pastoral não é nada fácil. Cotidianamente os pastores lidam com situações extremamente complicadas onde dor, angústia e ansiedade se fazem presentes. Sem sombra de dúvidas os Ministros do Evangelho ao conduzirem o rebanho de Cristo desenvolvem um árduo e penoso trabalho. Se não bastasse isso, eles necessitam esmerar-se no estudo da Bíblia, dedicar-se com afinco a oração e piedade, aconselhar os tropegos, admoestar os insubmissos, além de treinar e fazer discipulos ensinando-as a guardar no coração a sã doutrina.
O pior disso tudo, é que parte da igreja não reconhece o valor do pastor. Na verdade alguns irmãos não tratam de seus pastores como deveriam. Infelizmente conheço inúmeros casos de pastores marcados por igrejas intransigentes, que exigem de seus líderes atitudes sobre-humanas, levando-os a exaustão espiritual.Isto posto gostaria de trazer algumas sugestões para aqueles que entendem a complexidade do ministério pastoral e que desejam se tornar incentivadores do seu pastor:

1º- Interceda e ore pelo seu pastor todos os dias. Faça-o saber que está orando por ele.
2º - Preste atenção ao sermão. Dê ao pregador toda a sua atenção, e procure colocar em prática aquilo que está sendo pregado no púlpito.
3º- Decida aprender com seu pastor. Deixe que o sermão do domingo seja o início do seu estudo semanal. Pegue o que você ouviu e aplique-o às suas outras leituras, estudos e leitura bíblica.
4º Evite fofocas. Proteja o seu pastor incentivando o queixoso a resolver suas questões pessoalmente com ele.
5º - Não joque lenha na fogueira. Seja um "apagador" de incêndios.
6º- Pergunte a si mesmo: Como posso encorajar o meu pastor? O que eu posso começar a fazer, que ainda não tenha feito no passado para animá-lo. Eu estou apoiando o pastor e seu ministério ? Eu mostro isto pelas coisas que eu digo e faço?
7º- Se você tiver dúvidas a respeito do ensino do pastor, pesquise nas Escrituras e estude-as cuidadosamente, com a mente aberta. Discuta a interpretação com seu pastor de maneira franca e sincera, e depois permita ao Espírito Santo guiá-lo e ensiná-lo na verdade. Esteja preparado para diferenças honestas de opinião acerca do significado de algumas passagens.
8º - Encoraje o seu pastor a gastar tempo regularmente em oração e estudo.
9º- Deixe para ele um bilhete de vez em quando mencionando coisas que ele tenha dito ou feito que teve algum significado para você. Menções específicas de como as mensagens têm ministrado a você.
10º - Evite criticas descontrutivas.
11º - Estimule grupos na sua igreja - especialmente aqueles dos quais você faz parte a encorajar o pastor e a sua família. Converse com outros a respeito dos ensinos dos sermões. Promova conversas e ensino, baseados nos sermões, como uma parte regular das suas conversas na igreja.
12º - Encoraje a família do seu pastor.

E por fim responda sinceramente: "se você fosse pastor gostaria de ter uma pessoa igual a você como ovelha?
Prezado amigo, valorize seu pastor, com certeza isso agradará ao Senhor.
Renato Vargens

Um Morador Gracioso

Amados, quero compartilhar hoje algo que o Senhor me explicou ontem à noite. Estava meditando no livro de Mateus e no trecho de 12.38-45 algo me chamou atenção. Jesus estava falando aos fariseus e escribas que lhe tinham pedido um sinal e de repente, começa a falar que “quando um espírito imundo sai de um homem...”. Eu disse: “Jesus, isso não tem sentido”. E pedi que Ele me explicasse.

Bom, a questão é que o Senhor estava tentando explicar para aqueles homens, ‘zelosos’ da lei um princípio precioso. Não é a lei que vence o diabo, mas Cristo! Veja Mt 12.39 “Uma geração má e adúltera pede um sinal” e compare com Mt 12.45 “Assim também acontecerá a esta geração perversa”. Ele está ainda na mesma explicação. Ele explica que Ele mesmo é o sinal. O Ninivitas creram na pregação de um profeta que passou 3 dias na barriga de um peixe e ali estava aqu’Ele que ressuscitaria ao terceiro dia. A rainha de Sabá veio ouvir Salomão, o homem mais sábio de todos os tempos e ali estava alguém mais sábio que Salomão, logo, alguém que tinha uma sabedoria muito além da humana. Como os fariseus insistiam em não crer n’Ele?

Imagine você uma casa. Essa casa está ocupada por um bêbado. Ele quebrou tudo, deixou a casa suja, desorganizada. Então, quando esse mau inquilino sai, você se coloca a arrumar a casa. Coloca cada coisa no seu devido lugar. E quando mal termina de ajeitar, não somente o bêbado volta, mas trás consigo muitos outros homens assassinos, ladrões e ainda diz: Agora as coisas estão ainda melhores, porque além de ter uma casa, tenho quem a arrume para eu poder bagunçar tudo novamente!

A lei apenas mostra que a bagunça existe e que cada coisa tem seu lugar. Mas ela não tem força para manter o mau inquilino fora. Com nossas próprias forças, podemos até deixar a casa limpinha, arrumada, mas continua vazia, a mercê de um ataque.

Essa casa, precisa ser habitada por aqu’Ele que É. Ele sim vai morar nessa casa, varrer ela e colocar cada coisa no seu devido lugar. E quando esses maus inquilinos quiserem entrar, Ele não permitirá, pois é o novo morador da casa. Qualquer outro morador fugiria diante da gangue, mas Esse não!

Não fariseus e escribas, vocês não entenderam nada. Não será por suas próprias forças, por sua própria justiça e capacidade de fazer o bem que estarão seguros e serão justificados. A lei deveria apenas servir para mostrar a vocês que a casa está uma bagunça e que precisa de um novo morador. A lei apenas aponta para nossa completa incapacidade! Não temos força para manter a nossa vida em ordem. Não temos força para vencer o menor pecado!

A única maneira de vencer, é que Jesus seja o morador dessa casa. Porque então ninguém vai ter coragem de encará-lo! Ninguém ousará tirar do lugar um vaso que Cristo colocou. Diante desse novo Morador, todo joelho se dobrará!

Éh fariseu! Desista de querer fazer contratos com esse novo inquilino. Doe a casa toda! Deixe-O por as paredes abaixo e fazer novas! Entregue-se completamente nas mãos desse Morador Gracioso.

Aborto "Legal"?

Segunda-feira, 14 de Junho de 2010. Hoje faz 4235 dias que o ex-Ministro José Serra assinou a Norma Técnica do Aborto em 9 de novembro de 1998. Hoje faz 2007 dias que o ex-Ministro Humberto Costa divulgou mais uma Norma Técnica do Aborto em 15 de dezembro de 2004. Hoje faz 1908 dias dias que o presidente Lula sancionou a Lei de Biossegurança, que permite a destruição de embriões humanos, em 24 de março de 2005. Hoje faz 1747 dias dias que o Ministro Saraiva Felipe editou a portaria 1508, que oficializou a prática do aborto no SUS, em 1º de setembro de 2005.

Fonte: Pró-Vida

Aniversário: VE


O Voltemos ao Evangelho está completando 2 anos de existência.
E para comemorar eles estão postando especiais com
sorteios, novidades e muito mais.
Esta semana eles estão sorteando 23 livros. Imperdível!

Clique aqui e conheça este blog e participe dos sorteios.

Fé e Paz

A fé nos segura na órbita da Paz. A dúvida nos faz vagar a ermo no espaço do medo. Enquanto vagamos de incerteza em incerteza, somos carcomidos pela displicência. Aquele que tem certeza, fé, pode agir com excelência. Quando não sabemos quem é o inimigo corremos o risco de atingirmos o aliado. Por isso tenhamos fé. Fé firme e não arredemos o pé. Fé que dá direção, rumo ao transeunte. Façamos o que fizermos com força e em nada sejamos omissos.

Is 26.3 Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti.

Ariovaldo: +2 Pregações em vídeo

Igreja: Razão ou revisão
Parte-1
Parte-2
Parte-3 (audio)
Parte-4

Felicidade
Parte-1
Parte-2
Parte-3
Parte-4

Mais Impressionante

Mais impressionante que o dia
em que Deus separou as águas do mar vermelho
foi o dia em que removeu a separação em mim e Ele.

Mais impressionante que os pães multiplicados
Foi suscitar filhos onde só existiam inimigos.

Mais impressionante do que o dia em que a Terra parou
Foi o dia em que a morte me deixou.

Mais impressionante que o dia em que o surdo ouviu
Foi o dia em que Ele me chamou.

Mais impressionante que o dia de Sua ressurreição
Foi o dia em que decidiu morrer por mim.

Mais impressionante do que Jesus descer a Terra
é que agora eu posso subir ao céu.

+Frases

"Enquanto lastimamos o não termos vivido com grandes nomes do passado, desprezamos os grandes nomes do futuro, que hoje crescem conosco". S. B. Kauer 09/06/10

"Cada uma das faces da verdade, é uma expressão facial do Cristo". 02/06/10
S. B. Kauer

Cultos - Igreja da Paz Fortaleza

Pregações ministradas nos Cultos da Igreja da Paz de Fortaleza

Treinamento de Líderes de Célula - TLC - Abe Huber

Estudos do Treinamento de Líderes de Células (TLC) por Abe Huber.

 TLC_1-8 (tudo) 
TLC-1
TLC-2
TLC-3
TLC-4
TLC-5
TLC-6
 
 TLC-7 
 TLC-8

Pulseiras do sexo: 90% das adolescentes...


Cerca de 90% das adolescentes entre 10 e 14 anos já usaram as chamadas “pulseirinhas do sexo”, segundo estudo realizado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Entre os meninos nessa faixa etária, 54,8% já usaram.

Com o avanço da idade, o uso do acessório diminui consideravelmente. Entre os adolescentes de 15 a 19 anos, 38% das meninas e apenas 8,5% dos meninos disseram que usam ou já usaram as pulseiras. Já entre os jovens de 20 a 24 anos ninguém usou entre os meninos e somente 1% das meninas já usaram o objeto.
A pesquisa ouviu 174 adolescentes e jovens entre 10 e 24 anos de idade entre os meses de abril e maio deste ano. Desse total, apenas 5,7% nunca tinham ouvido falar das pulseiras, e 54,2% disseram já as terem usado pelo menos uma vez. Entretanto, 89% dos que já utilizaram as pulseiras informaram que deixaram de usá-las, geralmente após saber o significado ou em razão das confusões e equívocos em torno das pulseiras.
As pulseiras do sexo fazem parte de um jogo em que a pessoa tem que fazer o que a cor da pulseira representa, que vai de abraço a sexo, após o elástico ser arrebentado por um "pretendente".

Violência

Embora a maioria já tenha usado as pulseiras, 61,6% dos adolescentes entrevistados informaram não saber o significado das cores, e 37,8% disseram conhecer apenas o significado de algumas delas. Entre as pessoas ouvidas na pesquisa, a maioria, 71,3%, acredita que o uso das pulseiras seja perigoso, mas 51,2% não concordam que existam pessoas que interpretem as pulseiras de forma maliciosa.
O estudo revelou, ainda, que 84% dos entrevistados conhecem amigos e amigas que usam ou já usaram as pulseiras. Sete dos 174 entrevistados conhecem quem sofreu violência por ter usado a pulseira, incluindo uma morte.
Neste ano, o estupro de uma adolescente em Londrina e com o assassinato de duas jovens de Manaus causou comoção. Todas estariam usando os tais acessórios.

Em Manaus, uma das adolescentes, de 14 anos, foi encontrada morta dentro de um motel com pancadas na cabeça, e outra foi esfaqueada e encontrada com as pulseiras do sexo ao lado do corpo. Já em Londrina, uma menina de 13 anos teve o bracelete arrancado e foi estuprada por pelo menos dois rapazes em março deste ano.

“Ditadura do sexo”

Para Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa de Saúde do Adolescente da Secretaria, o fato de muitos adolescentes estarem usando as pulseiras é fruto direto das experimentações nesta fase da vida, além da necessidade de auto-afirmação e de ser aceito no grupo. Ela alerta, no entanto, que esta moda pode representar uma nova “ditadura do sexo”, que codifica a mulher e fortalece o homem.

“Na esfera pública, o caminho novamente passa pelo aprofundamento de políticas, nas áreas de educação, assistência social e saúde, que dêem poder de voz às adolescentes e que trabalhem as inseguranças, emoções e medos”, afirma Albertina.

Redação: Martina Cavalcanti

Fonte: eBand

Impacto da Glória!

Olá amados leitores. O que lhes parece o seguinte trecho: “Estava maravilhoso! Riamos, chorávamos... Foi algo tremendo. Profecias, línguas, gente caindo para todo lado”. Logo de cara você deve estar pensando: “Mais uma história de desvio doutrinário, ou, mais um artigo apologético”. Entretanto não isso. Venho aqui falar de algo que impactou profundamente minha vida. Neste final de semana (3-5/06/10) participei do Seminário Nacional do Espírito Santo da ALIA em Biguaçu-SC. Foram dias tremendos que não posso descrever em palavras. E justo nesse ponto começo a explicar (?). Descobri que vinha cometendo um erro. Quando escutava uma pregação ou assistia um DVD, criticava algumas manifestações, do tipo risadas, quedas, etc. Lógico que criticava os exageros, aquilo que julgava anti-bíblico e assim por diante. Mas quando voltei deste retiro, e passei a descrevê-lo para meus familiares, percebi que estava descrevendo com grande entusiasmo aquilo que outrora criticara. Estaria eu me contra dizendo? Desviando-me da sã doutrina? Não! Minhas posições teológicas não mudaram neste encontro e continuo sendo um apologista. O que o Senhor me mostrou, é que existe uma diferença enorme entre assistir e participar. Em boa parte dos casos, só estamos aptos para compreender se uma manifestação é genuína ou não se estivermos no local. Existe um fator determinante: A Glória de Deus. No caso deste final de semana, a glória de Deus era tanta, que quando o Ap. Luiz Hermínio ministrava as verdades Bíblicas, nossos olhos derramavam lágrimas como pequeninos riachos. E quando falava das maravilhas de Cristo, começávamos a sorrir. Foram dias de glórias, glória tal que desejo levar adiante. Já tive sim, muitas experiências transcendentes. Já vi milagres, sinais e prodígios. Até mesmo literalmente enxerguei um fragmento da glória de Deus. Já ouvi a música do céu e outras coisas mais. Entretanto esse seminário foi diferente. Inclusive, quero falar um pouco deste homem, o Ap. Luz Hermínio. Primeiramente, penso que você deve estar assustado a me ver chamá-lo assim. É verdade, não é meu costume, mas no caso do Hermínio, reconheço esse ministério como genuíno, dado por Deus. Antes destes dias, minha posição era completamente diferente. Eu tinha algumas resistências. Havia assistido algumas ministrações dele e pensava: “Por que esse cara não se preocupa mais em pregar a palavra e menos em rir?” Depois deste dias estou pensando: “Porque não consigo parar de rir?” Entende? Talvez não entenda, talvez eu perca alguns leitores por esse artigo. Mas quero reafirmar o que desde o começo tenho proposto nesse blog. “O homem de hoje não precisa de um novo Evangelho. Mas o Evangelho de sempre, precisa de novos homens hoje”. Sou cristão, pentecostal, reformado, monergista... Pequei amados, pequei em meu julgamento em relação a esse homem e alguns outros. Não estou lhe pedindo que pare “conferir as coisas”, de analisar segundo o crivo das Escrituras. Estou pedindo que nossa máxima de estudar o texto dentro do contexto, valha para as manifestações da presença de Deus. Antes de abrirmos nossa boca para dizer sim ou não, abramos nosso coração ao Espírito e nossas mentes atentem ao fator ‘circunstância’ ou ‘momento’. Só conseguimos compreender o que está se passando em um culto quando nele estamos de coração aberto. Amados, sugiro que visitem o site do MEVAM e ‘bebam’ desta fonte. Um abraço a todos, Sidinei Bühler Kauer.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...