Exortações aos Cristãos

Este texto é uma adaptacão da mensagem "Síndrome de Naamã".

2Rs 5.1 Naamã foi um homem famoso. Tanto em sua terra onde era admirado, quando nas redondezas onde era odiado por ter causado inúmeras mortes e destruição. Quem olhasse de longe, veria o poderoso guerreiro, o invencível Naamã. Entretanto quem chegava perto, veria um leproso, um homem que estava já a algum tempo perdendo a sensibilidade de sua pele. Que possivelmente já estava com algumas partes do seu corpo comidas por bichos, pois um leproso não sente quando algo está lhe machucando.

Mais do que nos dias de Naamã, vivemos em tempos de heróis leprosos. Somos preparados desde crianças para sermos vencedores, para sermos campeões, mas por debaixo da bela armadura estão corações despedaçados. Talvez você admire seu pai em tudo, mas nunca tenha ouvido dele um ‘eu te amo’. Pior ainda, creio que muitos aqui ouviram de seus pais palavras duras: “Você não presta! Nunca será nada na vida...” e coisas semelhantes. Ao invés de se limparem disso, colocaram uma armadura por cima e tornaram-se mercenários. Aprenderam a vencer pelo poder da espada, mas nunca trataram as feridas da alma.

De longe avistam o guerreiro Naamã. De perto vejo o leproso guerreiro. Olhe ao seu redor e poderá perceber a gigantesca quantidade de pessoas que são apenas casca. Apenas uma armadura reluzente, mas por baixo uma pele corroída. Nos tornamos especialistas em polir a armadura enquanto deixamos de lado o básico, a higiene da própria pele. Até mesmo na igreja, conversamos com irmãos que contam tantas bênçãos e até mesmo com pastores que pregam bem, todavia quando nos aproximamos, vemos que nada vai bem. Amado, quem olhar de perto verá o que em seu lar? Porque aqui na igreja todos chegam com suas armaduras reluzentes. Mas em casa de pijamas, como estão as coisas? Outra situação. A maioria das pessoas hoje caminha para lá e para cá com pose, mas deve para todo mundo, suas finanças estão uma bagunça! Crentes que estão aqui todo domingo, mas em seu coração tem inimizade contra outros irmãos! Ah Naamã, Deus quer lhe curar dessa lepra hoje!

5.2-3 Em uma de suas saídas, Naamã toma uma menina israelita para ser serva de sua esposa. Ela tinha todos os motivos do mundo para odiar Naamã. Ele era um assassino. Já matara muita gente e além disso sequestrara ela de seu país, fazendo dela uma escrava! Não nos assustaria se ela praguejasse rogando que a lepra pegasse também na esposa e em todos os sírios. Mas ao que vemos, ela perdoa o comandante e ainda mais, se mostra interessada em sua cura! Ela consegue enxergar além da dura armadura do guerreiro e vê que lá dentro existe um enfermo!

As pessoas que nos ferem, também são pessoas feridas! Ela abdicou de seu desejo de vingança pelo desejo da cura de seu agressor! Ela tinha um coração ‘cristão’. Cristianismo inclui a arte de amar aqueles que nos perseguem.

5.4-6 O comandante, talvez impressionado com a capacidade da menina de estar interessada em sua cura, ou simplesmente por desespero, resolve procurar o tal profeta de Israel. Ele leva consigo uma carta do rei da Síria e também presentes. Isso me lembra de uma atitude que tem sido bem comum na atualidade. Pessoas tentando negociar com Deus. Naamã leva a recomendação de uma autoridade e bens. Hoje, muitos tentam comprar o favor de Deus. Servem na igreja não por amor, mas por interesse. Alguns ofertam e dizimam não por obediência ao Senhor, mas por desejo mesquinho de ficarem ricos, ou por medo do devorador.

5.7 Mas ele foi à pessoa errada. Foi até o rei de Israel, que não tinha nada para lhe oferecer e que, inclusive, achou que tudo não passava de uma armação do inimigo. Amado, assim também muitas pessoas estão por ai desviadas, e talvez você mesmo nesta noite, machucados, porque vieram buscar ajuda na igreja, mas encontraram pessoas que eram nuvens secas, que não as puderam ajudar. Talvez você esteja aqui decepcionado com Igreja e com a imagem que criou de Deus. Ah irmão, o rei de Israel de fato não tinha nada para oferecer a Naamã, mas isso não significava que Deus não existia! Abra seu coração como a menina serva, libere perdão sobre a nuvem seca que lhe atendeu e prepare-se em fé para o milagre de Deus na sua vida!

5.8 Entretanto, existia uma nuvem carregada! Existia um homem de Deus. Elizeu, que havia sido discipulado por ninguém menos que Elias. Vamos aqui imaginar Elizeu tomando seu chimarrão (café, tereré...) de manha cedo, lendo seu jornal e a manchete diz: “Comandante Sírio vem buscar cura, mas rei de Israel o manda embora crendo ser tudo uma emboscada”. Elizeu bate a mão na mesa e grita: “Tragam esse homem até aqui e saberão que há Deus em Israel”!

Que tipo de pessoa que você é? Como o rei que de tudo desconfia ou como Elizeu que em tudo vê uma possibilidade para o nome de Deus ser glorificado? Como o rei que rasgou às vezes e fez escândalo ou como o homem de Deus que encarou a situação de frente! Seja qual for a sua dificuldade, enxergue nela uma possibilidade para Deus se mover! E quando as pessoas vierem até ti o que você fará? Quando pedirem oração você vai orar por elas ou vai recomendar algum irmão? Bata a mão na mesa, para que todos saibam que há Deus em Cristal (sua cidade) aleluia!

5.9-11 O leproso vai até a casa de Elizeu, mas este nem ao menos o recebe. Ele fica indignado. Como um israelita pode tratar assim o comandante do exército da Síria? Ele chegou até Elizeu com uma ideia pré-concebida de como deveria ocorrer à cura. Queria ser curado, mas do jeito dele. Amado, se quer as coisas do seu jeito, então desista de contar com Deus. Mas se você se submete ao tratamento de choque do Senhor, então se prepare para ver os Milagres fazendo fila para entrar em sua vida!

Se fosse hoje, diria que Naamã pensava que Elizeu viria até ele, colocaria a mão na cabeça, falaria em línguas estranhas, daria uma tremidinha e pronto! Mas não foi nada disso. Mandou Naamã tomar banho de rio! Ele fica indignado: “Como? Por acaso não existem rios maravilhosos na minha terra? Porque eu preciso me banhar no rio Camaquã (rio de sua região)”! Deus despedaça o orgulho do imponente general. Ele não está nem um pouco a fim de lavar-se no Jordão.

5.13-14 Os oficiais do comandante começam a colocar juízo na cabeça dele. O fazem refletir no fato, de que se Elizeu tivesse pedido coisas difíceis ele teria feito, mas porque pediu uma simples ele rejeitou. Meu irmão, às vezes me parece que estamos infectados com a síndrome de Naamã. Desculpem irmãos, mas vou precisar falar aqui mais algumas verdades. Aquele homem que gasta R$ 15,00 para ir num baile e depois mais R$ 10,00 de cerveja, e tudo isso em uma noite, R$ 25,00 botados fora! Esse mesmo homem acha muito dar R$ 10,00 de oferta! Aquela senhora que passava 3h por dia assistindo novelas, acha tempo demais o culto durar 2h! Porque parece que quando é para Deus as coisas são mais difíceis? Alguns consideram que ir lá à praia e ficar sem fazer nada é tempo ganho, mas vir aqui e receber um curso é tempo perdido. Que valores invertidos são esses? Não! Precisamos ser diferentes desse mundo, não nos deixemos enganar por Satanás. As coisas do Senhor exigem sim dedicação, mas são prazerosas àqueles que as fazem com alegria aleluia!

5.14 Naamã se banha a primeira vez e nada. Duas vezes e nada e assim por seis vezes! É exatamente ai que muitos cristãos desistem, no momento em que lhes é exigido perseverança! Persevere meu amado! Persevere em buscar ao Senhor, em orar, em crescer diante do Senhor. PERSEVERE! Persevere em evangelizar e orar por seus conhecidos. Persevere nos propósitos e campanhas da Igreja. O MILAGRE VEM DEPOIS DA OBEDIÊNCIA E DA PERSEVERANÇA! Naamã obedeceu, foi até o Jordão e perseverou até o sétimo mergulho!

5.17 Por fim, o homem curado, admite que não há outro além do Deus de Israel e pede para levar uma carga de terra para sua casa. Ele queria que Deus habitasse também em seu lar. Só que Deus mudou de endereço, ele mora em nossos corações. Assim, as pessoas não quererão levar um punhado de terra para dentro de suas casas, mas quererão levar você meu irmão, você é hoje o Israel do Senhor! E assim surgirão novas células, quando você estiver pregando dentro da casa dos outros. Se você disser que não sabe falar Deus lhe dará um Arão, se disser que é um analfabeto Ele lhe lembrará de Pedro. Ô Glórias a Deus! Pare com frescuras e deixe Deus te usar!

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...