Orem pela paz de Brasília



Sl 122 NVI Alegrei-me com os que me disseram: "Vamos à casa do SENHOR!" 2 Nossos pés já se encontram dentro de suas portas, ó Jerusalém! 3 Jerusalém está construída como cidade firmemente estabelecida. 4 Para lá sobem as tribos do SENHOR, para dar graças ao SENHOR, conforme o mandamento dado a Israel. 5 Lá estão os tribunais de justiça, os tribunais da casa real de Davi. 6 Orem pela paz de Jerusalém: "Vivam em segurança aqueles que te amam! [ARA Sejam prósperos os que te amam] 7 Haja paz dentro dos teus muros e segurança nas tuas cidadelas!" 8 Em favor de meus irmãos e amigos, direi: Paz seja com você! 9 Em favor da casa do SENHOR, nosso Deus, buscarei o seu bem.
     Olhando para esse salmo, quero hoje refletir contigo sobre a realidade de nosso Brasil. Os meios de ‘tele-manipulação’ estão por ai anunciando os roubos absurdos dos políticos que depois de realizarem sua ‘operação’ agradecem a deus por sua prosperidade (com ‘d’ minúsculo mesmo). No Brasil existe uma religião estranha; tal de ‘neo-alguma-coisa’ que não ficarei admirado se daqui a alguns dias começar a usar carros bomba... Bom, mas isso fica pra outra conversa.
     Voltando ao salmo, vemos que seu escritor clamava por prosperidade sobre aqueles que amassem Jerusalém. O que havia de especial nessa cidade, para que Deus viesse a abençoar quem a amasse? Jerusalém era o ponto de unidade das tribos (v.4), a capital dos hebreus. Era o centro da religiosidade (v.1), do pensamento, da justiça (v.5), do governo... O que acontecia em Jerusalém influenciava todo o reino! Caso um inimigo conquistasse a cidade, o reino todo entraria em colapso. Por isso, possuía soldados, muralhas, e fora construída em um lugar alto. Os fiéis amavam subir ao Templo em Jerusalém!
     As tribos subiam até lá para dar graças a Deus (v.4). Regozijavam-se por sua capital nacional. Logo, a paz na capital, precisava ser uma paz espiritual, política, judicial, social e a ausência de conflitos bélicos. Existindo essa paz em Jerusalém, as tribos seriam abençoadas! Haveria crescimento econômico, pois as políticas do governo seriam justas. Deus abençoaria o seu povo, as mortes por guerra deixariam de existir e a pobreza seria minimizada. Sim, seriam prósperos os que amassem Jerusalém. Mas os que a amassem com um amor em ação, orando e agindo por sua paz.
    Olhando dessa maneira, poderíamos dizer: “Haja paz em Brasília, sejam prósperos os que a amam”. Porque como pode existir paz enquanto o dinheiro do povo vai parar nas meias, bolsas e sei lá mais aonde? Como pode existir paz enquanto os políticos e o povo se embebem no ácido da corrupção?
   O inimigo do Brasil quer conquistar nossa capital. Satanás quer tomar conta de Brasília para assim oprimir os brasileiros. E não quer fazer isso através de um determinado político. Do contrário, quer sorrateiramente ir aos poucos se infiltrando como faz o cupim, de modo que quando menos se espera, os pilares estruturais já se tornaram serragem. Assim, leis são feitas sem levar em conta os princípios mais elementares da sociedade. Deus é colocado cada vez mais de lado, através de evangélicos que dão mal testemunho e da mídia que enfatiza os casos negativos de expressão de fé. Os princípios morais mais absolutos estão sento relativizados em nossa capital e a família está perdendo o status de célula máter da sociedade.
   Brasília não está em paz! Nossa capital, onde estão os tribunais da justiça (v.5) está corrompida! Suas muralhas de proteção estão derribadas. E me parece, que o cupim está pegando.
   Orem pela paz de Brasília: "Vivam em segurança aqueles que te amam”! Orem pela paz de Brasília: “Sejam prósperos os que te amam”.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...