Bom Natal, um feliz Natal, se...

Fp 4.8 NVI Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas.

Fp 4.8 ARA Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.

Verdadeiro
Nobre – respeitável – honesto
Correto – justo
Puro
Amável
Boa fama
Excelente – virtude
Digno de louvor
Pensem nisso – que isso ocupe vossas mentes

O natal está chegando. Como sabemos disso? Por olhar as folhas bonitas dos calendários, com figuras de papai Noel, meias e trenós? Não, percebemos que o Natal está chegando porque andamos pelas ruas e vemos muitas luzes. Casas enfeitadas e uma efervescência no comércio. Lojas que abriam apenas durante a semana, até as 18h agora ficam abertas praticamente o dia inteiro e domingo à domingo!
Onde está o seu coração nisso tudo? Será que assim como as lojas abertas para a celebração do capitalismo também estão escancarados nossos corações para a celebração da redenção? Será que abertos estão nossos olhos para enxergar a Luz que brilha pelos séculos dos séculos?
Um natal de verdade deve ser percebido por todos. E que ao invés do aquecimento do comércio, do capitalismo elitista, vejamos os corações aquecidos. Que antes de estarem cheias de presentes, as mãos estejam cheias de carinho, e os braços fortes que carregam as mercadorias, possas descansar no refúgio dos abraços. Que os pés apressados pelas melhores ofertas, possam ficar descalços na grama da graça para brincar de pega-pega com as crianças...
A mídia insiste na imagem de uma família com lindos sorrisos, de dentes alvos e pele bonita, sentada ao redor de um pinheiro enfeitado, com crianças abrindo os presentes... Isso é ilusão, é passageiro e só terá algum sentido se...
Se o sorriso for verdadeiro, depois de uma boa conversa, de liberado o perdão pelas ofensas e mágoas ocorridas durante o ano...
Se marido e mulher se respeitarem, ao invés de celebrar uma ceia hipócrita, e depois dela quebrarem os pratos...
Se o dinheiro com que se compraram os presentes veio de fonte justa, sem oprimir ninguém, sem dar calote, e sem endividar-se até o pescoço trazendo assim contenda por todo novo ano que se aproxima...
Se os filhos preservam a pureza de ser criança! Olhando para os pais com admiração e sabendo que o centro do natal não é Noel e nem pinheiro, mas o Presente. O Presente que Deus Pai nos deu, a salvação em Cristo Jesus...
Se os rostos a sorrirem, não forem apenas os de pele bonita e dentes brancos... Mas que todos, até os pobres, os enfermos, os marginalizados... Consigam silenciar sua alma, e sentir o amor de uns pelos outros e de Jesus por todos...
Se no coração de todos resplandecer a virtude da paz com seu brilho redentor...
E se em tudo isso houver nos corações alegria para louvar ao Senhor por ter descido dos céus até nós e nos amar tão intensamente a ponto de nos salvar, livrando-nos de nosso próprio e obstinado caminho infernal. Pensem nisso, ocupem as mentes com isso, com as Boas Notícias (evangelho) de Jesus, de que o Reino de Deus é chegado.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...