Perdão Íntimo

Esse texto é uma parábola, uma história que Jesus inventou para explicar coisas profundas do Reino, que de outra forma as pessoas não entenderiam.
É evidente que o rei aqui é Deus e o servo devedor cada um de nós. A dívida do cidadão era de 10.000 talentos. Essa dívida representa o que devemos a Deus por causa de nossos pecados. Então, será que podemos pagar essa dívida? Quanto vale 10 mil talentos?

“Todos os impostos da Judéia, Peréia, Samaria e Galiléia durante um ano eram de oitocentos talentos. Dez mil talentos representavam todos os impostos da nação por treze anos.
“Um denário era equivalente ao salário de um dia de trabalho, naquela época, e um talento a mais de 5.400 denários. Dez mil talentos representavam cento e cinqüenta mil anos de trabalho a um denário por dia. Cem denários representavam apenas três meses de trabalho”. Hernandes Dias Lopes1

Veja: A Dívida do servo ao rei só poderia ser paga com 150 mil anos de trabalho! Ou seja, o que Jesus estava dizendo: É impossível que um ser humano acerte (pague) as contas com Deus!
Quando o rei viu que o servo não tinha como pagar, ordenou que fossem vendidos o servo juntamente com toda a família. Entretanto, a venda deles como escravos não seria nada perto da dívida. 10 mil talentos equivalem a 174 mil quilos de ouro, enquanto que o preço de um escravo era apenas 30 moedas de prata! O servo implora ao rei que lhe de mais tempo para pagar, mas a menos que o Rei esperasse 150 mil anos, o servo nunca poderia lhe pagar a dívida! Então, o rei atende ao pedido de misericórdia do servo e lhe perdoa a Dívida! O rei perdoou a dívida que era impagável!
A nossa dívida para com Deus, foi, é e sempre será impagável! Não importa o que fizermos e como fizermos, JAMAIS poderemos pagar nossa dívida para com Deus! A única coisa que podemos fazer é pedir que Ele tenha misericórdia e nos perdoe! Não temos direito de exigir ou determinar nada a Deus! Tudo que Ele faz para nós é por misericórdia e não merecimento nosso! Na cruz, Jesus rasgou o documento onde estava registrada nossa dívida (Cl 2.14). Então devemos ser eternamente gratos a Ele pelo seu favor a nós, isso se chama Graça! É sobre isso que Ef 2.8 Fala. Somos salvos “pela graça mediante a fé”. A salvação está em ter fé na obra da cruz e obedecer o Grande Rei Jesus que nos perdoa.
Entretanto, vemos que o servo, ao sair da presença do rei e encontrar um conservo o esgoelava por lhe dever 100 denários. A dívida do conservo equivalia a um seiscentésimo milésimo (1/600.000) da dívida do servo para com o rei1. A dívida do servo era de 150 mil anos de trabalho, a do conservo de 3 meses de trabalho!
Veja que era incabível que o servo cobrasse seu conservo, visto que havia sido perdoado de uma dívida maior! Quando o conservo, pedia misericórdia e alegava que pagaria com mais tempo, estava falando a verdade, afinal era uma dívida pagável. Mas quanto o servo do rei falava, era mentira, pois era uma dívida impagável. E além de tudo, o servo lançou o conservo na cadeia até que pagasse a dívida!
Ao saber de tudo isso, o rei fica desapontado e manda prender o servo. Perceba que a ira do rei não era pela dívida do servo, mas pelo fato de que depois de ter sido perdoado não perdoava!
Sempre que nos arrependemos, pedimos perdão para Jesus e mudamos, Ele nos perdoa, mas faz uma objeção assustadora: “e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores” Mt 6.12. Vemos tanto na parábola, como na oração do Pai nosso, que o perdão de Deus a nossos pecados está relacionado ao nosso perdão em relação aos outros homens! Veja Mt 18.35: “Assim também meu Pai celeste vos fará, se do íntimo não perdoardes cada um a seu irmão.” Meu Deus, tem misericórdia de mim! É assustador ouvir esses versículos porque não falam apenas de perdoar, mas de “perdoar no íntimo”. Não está apenas falando de se arrepender e perdoar com os lábios está falando de remover do coração completamente a dívida que nosso irmão tem conosco e isso só é possível por milagre de Deus!
Na informática, podemos dar um delete em um arquivo, mas ele continua na lixeira. Se dermos um shift delete ele desaparece de nossos olhos, mas continua no disco e os programas da polícia podem o encontrar, porque ele ainda está no íntimo do HD. Somente usando programas como o Revo Uninstaller e similares, conseguimos remover de verdade um arquivo. Como o Revo faz isso? Ele escreve sobre o arquivo! O único modo de perdoarmos nossos irmãos é através de uma intimidade profunda com Deus, e o amor divino, escreverá sobre a ira! Precisamos nos encher do amor de Deus e perdoar no íntimo a todos que nos tem machucado, isso se chama cura interior. Não importa quem seja e o que tenha feito, precisamos passar o Revo de Deus em nossos corações e excluir permanentemente de nosso íntimo toda ira, mágoa, rancor, ciúmes e similares de nossos corações.
Entretanto, existem casos que são realmente imperdoáveis! Como um jovem pode perdoar um pai que o abusou na infância? Como uma mulher pode perdoar um marido que a traiu? Para nós isso é de fato impossível, inadmissível... Mas para Deus não há impossível! Quando nos esforçamos para perdoar, declaramos que perdoamos e buscamos uma intimidade profunda com o Espírito Santo, ele faz um milagre e a pessoa então consegue perdoar! Concluímos então que devemos perdoar, mesmo que para isso Deus precise intervir sobrenaturalmente!

Fonte de dados: http://ipandorinhas.com.br/estudo/arquivo.php?cod=19

Sidinei Bühler Kauer
www.sbkauer.com
http://aliabrasil.ning.com
missionario@sbkauer.com

0 comentários:

Postar um comentário

Olá! Deixe aqui seu comentário isso nos ajudar a crescer!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...